26/12/2017 às 13h19 - Periscópio

Relação Complicada

As relações entre os Governos de Sergipe e o Federal vêm se tornando cada vez mais difíceis.

RELAÇÃO COMPLICADA

 

As relações entre os Governos de Sergipe e o Federal vêm se tornando cada vez mais difíceis. O governador Jackson Barreto, assim como o presidente Temer, são peemedebistas, mas não conseguem se entender. Temer cobra o apoio de JB para as suas reformas e Jackson lhe nega a ajuda, mas quer a colaboração financeira do Governo Federal para seus projetos. Assim não dá. Vale lembrar que uma mão lava a outra, governador.

 

E AGORA?

 

E por falar em JB, até agora nem os correligionários sabem se ele será ou não candidato a cargo eletivo em 2018. Alguns propagam que o governador será candidato a senador e outros dizem que ele vai direto para a sua casa assim que acabar o atual mandato. Pelo que se sabe, ainda vale a palavra do governador de que não disputaria a eleição do próximo ano. Ou não?

 

Foto: Divulgação

 

PROPORCIONAL 1

 

Em conversa com a coluna, o exdeputado federal Jorge Alberto, que filiou-se recentemente ao PPS, avalia que o partido deve focar seus esforços na formação de uma boa chapa proporcional. Para ele, é necessário planejamento na busca de coligações que garantam chances do partido eleger um federal, o que fortaleceria a sigla, garantindo, entre outras coisas, tempo de TV e mais recursos do fundo partidário.

 

PROPORCIONAL 2

 

Sobre a disputa para a chapa majoritária, Jorge considera a mobilização importante, mas crê que qualquer definição a esta altura não passa de exercício da “futurologia”. Afinal, segundo ele, ainda falta muito tempo para a realização das convenções e resoluções sobre candidaturas. O ex-deputado está certo. Até lá, muita água vai rolar.

 

POLITICAGEM

 

Os críticos ao Governo do Estado se apressaram em classificar como demagógica e eleitoreira a iniciativa do Estado exonerar todos os cargos comissionados, para renomear alguns, conforme a necessidade, ao longo do próximo ano. Politicamente a atitude não foi exatamente das melhores, pois deixou os comissionados bastante insatisfeitos. E eles são o principal exército de qualquer governo durante uma campanha.

 

ATENÇÃO BÁSICA


Foi viabilizado pelo Ministério da Saúde um aporte de R$ 36 milhões para a “Atenção Básica” de 47 municípios sergipanos. O anúncio foi feito pelo deputado federal André Moura (PSC), líder de Michel Temer (PMDB) no Congresso Nacional, que assegurou que a quantia estará à disposição das prefeituras na próxima semana.

 

DEFINIÇÃO

 

Falando em André, ele disse que a oposição irá definir o nome do pré-candidato que irá representar o bloco em janeiro. Em entrevista ao programa “Jornal da Ilha”, na última sexta-feira, o deputado comentou que existem três nomes na disputa: senadores Antônio Carlos Valadares (PSB), Eduardo Amorim (PSDB) e o próprio André Moura.

 

FICA QUIETO

 

O presidente da Câmara de Aracaju, vereador Nitinho (PSD), parece mesmo estar decidido a não querer enfrentar as eleições do próximo ano. O parlamentar já assegurou que irá se dedicar ao mandato que lhe foi dado ano passado e assim vai ficar quieto “na sua”, apenas apoiando o pré-candidato do seu bloco – neste caso, Belivaldo Chagas (PMDB).

 

Foto: Andre Moreira/Equipe JC

 

NA UTI

 

De acordo com o senador Eduardo Amorim (PSDB), o Estado de Sergipe está na UTI. “De um modo geral, Sergipe vive na crise e na Saúde não é diferente. O Estado está na UTI e o sergipano sofre com o descaso na administração pública”, escreveu o parlamentar em seu perfil pessoal, na rede social Twitter.

 

NA REDE SOCIAL

 

Ainda no Twitter, Amorim continuou as críticas. “Apesar da crise nacional, estamos vendo Estados passando bons momentos. Isso porque são bem administrados. Em Sergipe, a coisa vai de mal a pior”, registrou.

 

ITABAIANA 1

 

Os vereadores de oposição à gestão do prefeito de Itabaiana, Valmir do Fransquinho (PSC), estiveram na casa do deputado estadual Luciano Bispo (PMDB) para uma confraternização. Marcaram presença Ivoni Andrade (PMDB), presidente da Câmara; Paulo Messias (PMDB); Arivaldo Rezende (PMDB); Gustavo Américo (PMDB) e Sinvaldo Góis (PMDB). 

 

ITABAIANA 2


Luciano Bispo fez questão de registrar o encontro com os parlamentares. “Este ano foi extremamente vitorioso por conta da eleição de Ivoni Andrade para a Presidência da Câmara, que assumirá o biênio 2019-2020, bem como os demais vereadores da bancada que irão compor a próxima Mesa Diretora”, comentou.

 

PCDOB 1


Quando o próximo ano chegar o PCdoB planeja debater o projeto político para entrar na disputa durante as eleições. Segundo o presidente do diretório estadual do partido, vereador Professor Bittencourt, uma grande discussão está marcada para ocorrer no dia 4 de janeiro. “Nós entendemos que temos nomes, potencial e escopo político para dar um salto de qualidade expressivo nessa eleição estadual”, registrou.

 

PCDOB 2


Para o JORNAL DA CIDADE, Bittencourt assegurou que vem sendo analisada a possibilidade de entrar ativamente no bloco liderado pelo governador Jackson Barreto (PMDB) com nomes, inclusive, para a chapa majoritária. O presidente do diretório estadual lembrou que a sigla comanda as administrações dos dois maiores municípios em Sergipe. “Em termos numéricos, a população dirigida pelas administrações do PCdoB compõe em algo de 40% da população do Estado”, lembrou.

 

PCDOB 3


Inclusive, o presidente do PCdoB revelou que na semana passada já se reuniu com Belivaldo Chagas. “Na verdade, apresentamos a nossa visão do quadro político, enquanto que ele apresentou o que gostaria que o PCdoB fizesse para contribuir no processo pré-eleitoral. Ficamos de conversar mais adiante sobre isso”, comentou.

 

ENXUGA

 

Em entrevista ao SETV 1ª edição, telejornal da TV Sergipe, o governador Jackson Barreto falou sobre as medidas, anunciadas nesta semana, para a redução de custos do Estado. “Primeiramente, teremos a redução dos cargos comissionados. Estamos fazendo um levantamento para verificar a situação em cada secretaria e órgão. E, se houver algum excesso, vamos cortar, ficaremos somente com o necessário para o funcionamento da máquina”, falou Jackson. 

 

ROGÉRIO E BELIVALDO

 

A corrente interna do Partido dos Trabalhadores Movimento PT, liderada pelo ex-vice-prefeito de Aracaju, Sílvio Santos, reuniu-se ontem para discutir política de alianças. O ponto alto do encontro foi a adesão da vice-prefeita Eliane Aquino ao grupo, que fechou questão em torno das candidaturas de Lula, Rogério Carvalho e Belivaldo Chagas. E lançou a pré-candidatura de Silvio Santos para deputado estadual.

Comentários

comments powered by Disqus