seta anterior

Anterior

Impeachment

28/03/2018 às 08h56 - Governo

Gustinho Ribeiro vem trabalhando para indicar a presidência da Deso

Inclusive, esta coluna recebeu a informação de que caso não seja atendido o parlamentar pode até desembarcar da atual gestão.

Por: JornaldaCidade.Net

O deputado estadual Gustinho Ribeiro (PRP) vem trabalhando para indicar a presidência da Deso no governo de Belivaldo Chagas (MDB). Inclusive, esta coluna recebeu a informação de que caso não seja atendido o parlamentar pode até desembarcar da atual gestão.



Fafen 1
O Governo de Sergipe e da Bahia terão 120 dias para apresentarem proposições para manutenção da Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados (Fafen). O pedido do governador Jackson Barreto foi realizado na tarde desta terça-feira (27), durante reunião com o presidente da Petrobras, Pedro Parente, bancada federal e políticos da Bahia, sobre o fechamento da unidade. A solicitação foi atendida pelo presidente da Petrobras a partir de 30 de junho, prazo inicial para hibernação da Fafen, localizada em Laranjeiras.

Fafen 2
“Gostaria de dizer que para nós, sergipanos, essa notícia é um golpe profundo na economia do Estado. No momento em que o estado avança com um investimento de R$ 5 bilhões na construção da termoelétrica, para que a gente dê oportunidade para futuras gerações, a Fafen, que nasceu em 1982, que deu ao Estado vários investimentos, pretende encerrar as atividades. Nós precisamos da Fafen. Nossa proposta é de 120 dias para estudar alternativas sobre o funcionamento da unidade”, afirmou.

Fafen 3
Jackson explicou que o prejuízo apresentado pela Petrobras, responsável pelo gerenciamento da Fafen, no valor de R$ 600 milhões inclui a taxa de impostos de gás, energia elétrica e água. O governador propôs debater a carga tributária, juntamente com o Governo da Bahia, para tornar a atividade fabril viável. A discussão envolve o Estado da Bahia, já que a medida da Petrobras atinge também a unidade industrial de Camaçari.

Pré-campanha
O publicitário Carlos Cauê, que coordena essa fase de pré-campanha do pré-candidato do MDB ao Governo de Sergipe, Belivaldo Chagas, comentou com a coluna que vivemos o momento do esquenta e logo em seguida esfria. “A oposição parece estar um tanto desarticulada e não tem sequer pré-candidato ao Governo do Estado. Ainda está na fase dos boatos. Os opositores passam dia e noite propagando boatos contra o atual e o futuro governador”, lamentou.

Mui amigos
Os comentários que circulam nos meios políticos já apontam o senador Antônio Carlos Valadares como opositor do grupo de André Moura e Eduardo Amorim. Tem gente guardando o que diz um sobre o outro (Valadares x André) para usar na campanha.

Tensão
Tem gente arguindo junto à Corregedoria do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) as 21 nomeações do concurso do Judiciário para os cartórios de Sergipe, realizado na década de 90. Os responsáveis pelos cartórios vivem momentos de tensão. Temem o desemprego.

De volta
O senador Antônio Carlos Valadares (PSB) esteve ontem presente no Senado Federal após o período de licença. “Volto ao Senado com a consciência redobrada de que é nossa obrigação mobilizar o povo brasileiro a ser o juiz do seu destino e dos destinos da nação”, escreveu o parlamentar na sua rede social.
 

Plano Diretor 1
O vereador Iran Barbosa (PT) cobrou a reabertura dos debates sobre a elaboração do novo Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU) de Aracaju e o necessário envio, por parte do Poder Executivo, do projeto de lei que o instituirá. “O PDDU que está em vigor é de 2000, projetado para uma cidade com 461 mil habitantes. Hoje já somos 650 mil pessoas vivendo na capital, ou seja, isso significa dizer que o Plano Diretor que está em vigor é para outra cidade e não para a Aracaju atual”, observou Iran.

CPI do Lixo
Para esta coluna, a vereadora Emília Corrêa (Patriota) disse que a bancada da oposição da Câmara entrou com ação na Justiça também para assegurar a transparência da CPI do Lixo. Segundo a parlamentar, foi colocado o pedido para que as reuniões sejam realizadas como está sendo a CPI da Saúde.

CPI da Saúde 1
Enquanto a CPI do Lixo vive uma série com muitas temporadas, a CPI da Saúde vai caminhando muito bem. A segunda reunião da comissão determinou que sete ex-secretários e a atual gestora da pasta, juntamente com seus respectivos diretores financeiros, compareçam para prestar depoimento. Todos eles compreendem o período estabelecido para investigação, que é do ano de 2012 a 2017.

CPI da Saúde 2
A CPI será dividida em três partes: a primeira onde serão apresentados, aprovados e requeridos os documentos a secretários, secretarias e entidades. A segunda, quando serão convocadas as pessoas para as oitivas; e por último a preparação de toda a documentação feita pelo relator da comissão. 


Na câmara
Ontem, o presidente da Câmara, vereador Nitinho (PSD), elogiou a gestão Almeida Lima à frente da Secretaria de Estado da Saúde. “Apesar das divergências políticas e ideológicas que tenho com Almeida Lima, tenho que reconhecer o excelente trabalho dele à frente da pasta”, disse.

Hospital de Cirurgia 1
Falando sobre a CPI da Saúde, o diretor Administrativo e Financeiro do Hospital de Cirurgia, Milton Eduardo Santos Santana, esteve ontem na Câmara de Aracaju para esclarecer algumas informações da instituição. Na oportunidade, ele esclareceu que o impasse com a Secretaria Municipal de Saúde já foi resolvido.

Hospital de Cirurgia 2
Milton Eduardo apresentou dados referentes à gestão do hospital. “Estou nesta gestão desde o mês de abril de 2017. Neste período já participamos de diversas audiências relacionadas a oncologia e constatamos que os maiores problemas eram estruturais. Nas três primeiras semanas de março de 2018, já com o novo contrato, ofertamos mais de 240 leitos para o Huse, ou seja, 240 pacientes que estavam no Huse foram atendidos”, informou.
 


Plano Diretor 2
O parlamentar lembrou que em 2015 o então prefeito João Alves Filho (DEM) retomou a revisão do Plano Diretor, realizando diversas audiências públicas para a elaboração da minuta do projeto de lei, que ainda não foi enviada à Câmara Municipal.

Plano Diretor 3
Iran Barbosa protocolou indicação para ser encaminhada ao Poder Executivo para que, através da Secretaria Municipal de Governo (Segov), seja enviado para o Parlamento Municipal o projeto de lei que institui a revisão do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano, devidamente acompanhado de todos os seus anexos, para que seja amplamente debatido com todos os segmentos sociais interessados, por meio de audiências públicas, em conjunto com os vereadores.

Comentários

comments powered by Disqus