11/04/2018 as 14:31

Belivaldo Chagas não demitiu o secretário Almeida Lima

Pelo menos ainda não.


Belivaldo Chagas não demitiu o secretário Almeida LimaFoto: Divulgação

PP FORTE 1

 

O Partido Progressista (PP) herdou o espólio político da antiga Arena, partido governista durante o regime militar. De lá até hoje, entre altos e baixos, mantevese sempre entre as maiores bancadas no Congresso. Após o período da janela partidária, o PP passou a ter a segunda maior bancada na Câmara Federal, com 54 deputados, ficando atrás apenas do PT, com 57 parlamentares. Desde as últimas eleições, 16 novos deputados ingressaram na sigla.

 

PP FORTE 2

 

Entre as novas aquisições do partido está o sergipano Laércio Oliveira, que deixou o Solidariedade. Houve também o crescimento do Democratas, antigo PFL, que é irmão gêmeo do PP, também filho da Arena. O DEM saiu de 21 para 44 deputados federais. Em Sergipe a sigla voltou para o comando do ex-deputado Mendonça Prado, que pretende disputar o governo. Era dada como certa a eleição da ex-presidente da agremiação, Ana Alves, para a Câmara Federal. Mas depois, depois... ficou difícil.

 

RENOVAÇÃO

 

Na eleição deste ano, mais do que em outras, essa palavra será o carro-chefe. A população quer renovação e muitos políticos vão se apresentar como a própria. Mas não é bem assim. Votar em quem estava no poder anteriormente e foi apeado democraticamente não é renovação. “Flashback” não é renovar. Gente que já esquentou muita cadeira em cargo público, pessoas e partidos apoiados por grupos tradicionais agora querem se apresentar como novo. O eleitor deve ficar de olho aberto.

 

PAGAMENTO

 

O Governo do Estado dá prosseguimento hoje ao pagamento de servidores, quando recebem os lotados nas autarquias, empresas e secretarias de Estado. Amanhã recebem integralmente os aposentados e pensionistas, finalizando a folha de pagamento. O Estado iniciou o pagamento de servidores no dia 30, quando receberam os professores e servidores da Educação lotados em escolas e servidores do Ipesaúde, Sergipeprevidência, Segrase e Agrese.

 

DERRUBARAM O VETO 1

 

Os vereadores de Aracaju derrubaram ontem dois vetos do prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) a projetos que haviam sido aprovados na Câmara de Aracaju. Uma das propostas que havia sido vetada foi a que garantia gratuidade no transporte coletivo aos maiores de 60 anos. A propositura do vereador Seu Marcos havia sido aprovada pelos vereadores, mas o prefeito achou por bem vetar, juntamente com outros 18 projetos.

 

DERRUBARAM O VETO 2

 

Outro veto que também foi derrubado pelos parlamentares da capital foi sobre a lei que garante o acesso em formato eletrônico do material escolar, para alunos com deficiência visual matriculados na rede municipal de ensino. As duas matérias sensibilizaram os vereadores, que marcaram posição. Até mesmo integrantes da bancada de apoio a Edvaldo Nogueira votaram pela derrubada do veto.

 

ESTRAGOU A SURPRESA?

 

Tem gente que não sabe guardar segredo. Esta semana os vereadores que integram a CPI da Saúde anunciaram que vão realizar “diligências surpresas” aos hospitais filantrópicos da capital. Alguém alerte aos parlamentares: se é surpresa, não se avisa!

 

TENTANDO EMPLACAR

 

O deputado estadual Gustinho Ribeiro (SDD) está tentando manter o espaço que tem no Governo do Estado. Para isso, escalou o prefeito Duílio Siqueira para intermediar o diálogo com Belivaldo Chagas. O prefeito garante que mais à frente Gustinho deve anunciar apoio à reeleição de Belivaldo – que ainda não recebeu o parlamentar para tratar sobre política.

 

DESPACHOS

 

Durante todo o período em que governou Sergipe, da morte de Marcelo Déda (PT) até a sexta-feira passada, Jackson Barreto (MDB) praticamente despachou e fez eventos no Palácio de Veraneio, que tem uma estrutura precária, mas lhe dava um pouco de tranquilidade para trabalhar. Nos próximos sete meses e meio, com Belivaldo Chagas (PSD) no comando do Executivo, o Palácio de Despachos volta a ter o governador diariamente nele.

 

TENTA EMPLACAR

 

O presidente estadual do PT, Rogério Carvalho, tenta emplacar o ex-presidente do Ipes, Christian Oliveira, na Secretaria Estadual da Saúde. Rogério esteve reunido com Belivaldo no início da noite de ontem, no Palácio de Despachos.

 

AINDA NÃO 1

 

O governador Belivaldo Chagas não demitiu o secretário Almeida Lima. Pelo menos ainda não. Belivaldo não ligou para Almeida e nem confirmou a demissão. Nos bastidores se fala que Belivaldo teria confirmado a algumas pessoas a saída de Almeida. Mas isso não necessariamente aconteceria essa semana. No momento Belivaldo vem escutando os aliados que tentam emplacar o próximo gestor da pasta. Muitos nomes estão na mesa.

 

AINDA NÃO 2

 

O fato é que até o momento o ex-governador Jackson Barreto não fez qualquer tipo de pedido a Belivaldo Chagas, no sentido de manter Almeida. Por outro lado, vários deputados da base aliada continuam pressionando pela saída do atual secretário de Saúde. Eles dizem que o novo governador não iria manter na pasta um nome que lhe gere desgaste na base. O ideal seria manter um técnico, sem ligações políticas.

 

SEM VISITA

 

O governador Belivaldo Chagas iria integrar o grupo com outros 11 governadores do Brasil e políticos que iriam realizar uma visita ao expresidente Lula, na carceragem da Polícia Federal, em Curitiba. Mas no final da tarde de ontem a visita foi proibida pela Justiça, que disse não haver motivos para flexibilizar o regime geral de visitas na sede da PF.

 

ESPECULAÇÃO

 

No governo, evita-se falar sobre o assunto. Tudo que se comenta sobre Almeida sair do governo, pelo menos até agora, não passa de especulação.

 

SUBVENÇÕES

 

Terá continuidade hoje, no Tribunal de Justiça de Sergipe, o julgamento sobre o caso do uso das verbas de subvenção da Assembleia Legislativa de Sergipe. Será às 8h30, na sala do Pleno. Os deputados estaduais Paulinho da Varzinhas e Augusto Bezerra serão julgados, juntamente com Nollet Feitosa, responsável por uma entidade que recebia as verbas.

 

PRAZO

 

O governador Belivaldo Chagas e o secretário de Estado da Saúde, Almeida Lima, reuniram-se na noite dessa segunda-feira. No encontro, Chagas disse que quer o Centro de Nefrologia em pleno funcionamento até no mais tardar o próximo dia 20.