07/05/2018 as 09:47

Seis segundos

Vera Lúcia critica horário de campanha eleitoral

Segundo ela, o tempo será precisamente de apenas seis segundos. Um fato: é o eleitor piscar para não ver.


Vera Lúcia critica horário de campanha eleitoral

Vera Lúcia (PSTU), pré-candidata à Presidência da República, criticou na última sexta-feira, 4, durante entrevista ao programa de rádio “Jornal da Fan”, o fato de que a sigla terá um espaço pequeno na televisão durante a campanha eleitoral. Segundo ela, o tempo será precisamente de apenas seis segundos. Um fato: é o eleitor piscar para não ver.


Folha
O governador Belivaldo Chagas (PSD) assegurou que vem trabalhando para que o pagamento da folha dos servidores estaduais seja feito até o dia 12 no máximo e, dessa maneira, vem fazendo uma gestão austera. “A intenção é que a gente possa diminuir esse prazo cada vez mais”, disse.

Foro privilegiado
O senador Antônio Carlos Valadares (PSB) escreveu no seu perfil pessoal na rede social, no Twitter: “Restrições ao foro privilegiado decididas pelo STF para deputados e senadores têm meu apoio como 1º passo por acabar com uma distorção vergonhosa que macula o nosso ordenamento jurídico. O próximo passo será aprovar a PEC na Câmara que eu votei no Senado valendo para todos os poderes”.

“Se esguelando”
Inclusive, falando em Valadares, o próprio afirmou no programa de rádio “Jornal da Fan” que não irá “fazer como os outros”. “O grupo do Governo do Estado procurou dar prioridade a uma candidatura de senador de Jackson Barreto. Tanto que se eles estão aí se dividindo, se esguelando, se enfrentando, é por causa disso”, analisou.

Outro lado
Porém, Valadares disse ainda que, do outro lado, de André Moura (PSC) e Eduardo Amorim (PSDB), a prioridade também é a eleição de senador. “Já a nossa direção é diferente. A nossa prioridade é a escolha de um candidato a governador na eleição de 2018 que venha retirar o Estado de Sergipe deste caos em que estamos vivendo. Construir um novo projeto para viabilizar a economia sergipana”, pontuou, acrescentando que vem sendo feita a construção da pré-candidatura de Valadares Filho.

Vara criminal 1
O Tribunal de Justiça do Estado de Sergipe regulamentou a lei complementar estadual nº 301/2018, que institui a modificação da competência material da 4ª Vara Criminal de Aracaju, vedando a redistribuição de processos na referida comarca. Com a alteração, passa a ser função da vara, em conjunto com as outras (1ª, 2ª, 3ª e 9ª), processar e julgar, por distribuição, todas as causas penais que não sejam de competência das varas criminais especializadas, do Juizado Especial Criminal ou do Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher.

Vara criminal 2
Também fica a cargo da 4ª Vara Criminal cumprir, por distribuição, as cartas precatórias e cartas de ordem de natureza criminal a serem realizadas na capital, ressalvadas as de competência do Juizado Especial Criminal e de outras varas especializadas.


Lá ou cá
Ninguém aguenta mais as incontáveis declarações do ex-deputado Heleno Silva sobre qual lado escolherá para a disputa majoritária. Ele já deixou claro que não pesará, na sua decisão, qualquer aspecto de ordem ideológica ou programática: ele vai escolher o grupo que lhe oportunizar disputar o Senado. E pronto. É um tipo de atitude que pode ser repudiada nesta eleição, já que se trata de uma candidatura que atende apenas aos interesse pessoais e de um bloco político.

Reeleitos
Anote aí: praticamente todos os deputados estaduais envolvidos no escândalo das subvenções serão reeleitos e continuarão com mandatos eletivos. Alguns podem inclusive receber uma “promoção”, pois galgam cargos mais altos. Quem acompanha de perto a política arrisca: a tão falada renovação não vai ocorrer nesta eleição.

Emendas
A farra da liberação de emendas e recursos federais pode acabar mal para algumas pessoas. Há muitos comentários de que as tais liberações envolvem negociações de cunho nem um pouco democráticas. Os burburinhos já chegaram aos órgãos fiscalizadores, que estão atentos. 

Concurso
Atenção concurseiros de plantão: deve mesmo sair em agosto o edital para o primeiro concurso público da história da Câmara Municipal de Aracaju. Esse é o prazo que consta no TAC assinado com o Ministério Público. A presidência já finalizou os estudos e criação do novo organograma da instituição e já remeteu o projeto que vai criar os cargos para o plenário. É possível que ainda esse mês a proposta entre em votação.

Não define nada
Está marcada para esta segunda-feira uma reunião do governador Belivaldo Chagas (PSD) com o PRB de Heleno Silva e do deputado Jony Marcos. Os dois vinham pleiteando há algum tempo uma audiência com o governador, para discutir política. É provável que não seja anunciada nenhuma definição. Isso porque as coisas ainda estão se arrumando no grupo da oposição, que não decidiu nem anunciou quem será candidato a que. Com isso, a tendência é de que as coisas sigam indefinidas. Muitas águas vão rolar ainda...


Depoimento 1
Na manhã desta sexta-feira, 4, o secretário da Saúde, Almeida Lima, prestou depoimento no Ministério Público Estadual (MPE), na Promotoria da Saúde. Ele fez esclarecimentos sobre o episódio que ficou conhecido como a “inauguração fake” do Centro de Nefrologia do Huse.

Depoimento 2
Almeida repetiu o que já havia falando em entrevistas, dizendo ao MP que o episódio teria sido planejado como uma “maneira de agradecer ao ex-governador Jackson Barreto”. Na opinião do secretário, não houve qualquer erro no episódio. A fala do secretário de Saúde não foi divulgada, mas em entrevista à imprensa, na saída do MP, Almeida afirmou que não se inaugura uma unidade hospitalar com os pacientes nos leitos ou recebendo hemodiálise.