17/05/2018 as 09:28

Periscópio

GOL pode suspender voo Aracaju/Buenos Aires

Nos próximos dias, a empresa GOL deverá fazer mudanças na sua malha aérea, reduzindo o número de voos para Sergipe.


Prejuízo para o Turismo 1
A coluna recebeu uma informação que deixou o trade turístico preocupado. Nos próximos dias, a empresa GOL deverá fazer mudanças na sua malha aérea, reduzindo o número de voos para Sergipe. Além disso, o voo Buenos Aires/Aracaju/Buenos Aires, que foi tão propagado pela Secretaria Estadual de Turismo à época, deverá ser extinto.

Prejuízo para o Turismo 2
A notícia chega como um balde de água fria para o setor, uma vez que não seria a primeira vez que, nos últimos meses, uma companhia aérea reduz a quantidade de voos para Sergipe. A Azul encerrou o voo Aracaju/Campinas e a TAM reduziu o número de voos de Aracaju para São Paulo. O trade espera que o governo tome alguma atitude urgente para evitar mais esse prejuízo.

                            

Problemas graves
A Saúde estadual está vivendo um momento de caos. São terceirizados paralisando e fornecedores suspendendo o envio de medicamentos, o que poderá ampliar a crise no Hospital de Urgência de Sergipe (Huse). Vale lembrar que o Hospital Cirurgia, que presta serviços ao SUS e alivia a situação de gravidade do Huse, está praticamente parado. O pior dessa situação toda é que pode ser agravada mais ainda nos próximos dias.

Asfalto 1
O prefeito de Nossa Senhora do Socorro, Padre Inaldo (PCdoB), utilizou as redes sociais para informar aos socorrenses a chegada de recursos para a realização do recapeamento asfáltico dos Conjuntos João Alves e Fernando Collor, além da entrada da cidade e da Rodovia das Indústrias.

Asfalto 2
“Estou muito feliz e trago ótimas notícias para o nosso povo. Essas realizações foram garantidas pelo governador Belivaldo Chagas, após uma reunião muito proveitosa que tive com ele nesta segunda. Esta é uma luta que venho defendendo desde quando eu era deputado estadual”, pontuou o prefeito. A assinatura da Ordem de Serviço para o início das obras já tem data marcada para o próximo dia 28 e contará com a participação do governador.

Fafen
Ontem, o governador Belivaldo Chagas (PSD) mandou um “papo reto” para os internautas na rede social, durante uma interação ao vivo. Sobre a Fafen ele disse: “Estou aguardando a chegada dos investidores da termoelétrica de Sergipe para manter a empresa funcionando”.

Não é hotel
Ainda na conversa na rede social, Belivaldo avisou que está resolvendo os problemas no Hospital Cirurgia e os do interior, para melhorar os serviços no Hospital de Urgência de Sergipe. “Hospital não é hotel para manter gente esperando pelas cirurgias. Vamos agilizar todos os procedimentos”, mandou.

Canal de Xingó
O senador Antônio Carlos Valadares (PSB) afirmou em seu perfil pessoal, no Twitter: “Michel Temer (MDB) inviabiliza o Canal de Xingó em Sergipe, obra estruturante em benefício do Sertão, e, de olho nas eleições, desvia recursos para festas de cunho eleitoreiro. A meta é fortalecer seus candidatos a senador e a deputado em Sergipe e no Nordeste”.

CPIs
O vereador Américo de Deus (Rede) criticou o andamento das comissões parlamentares de inquérito (CPIs) do lixo e da saúde. “Recebi uma notícia que no dia 30 de abril esta Casa entrou com um recurso extraordinário para barrar as CPIs, recorrendo à Justiça. Quero protestar por esta ação da Mesa Diretora por isso”, disse.

Ação
Em relação à notícia que circulou na imprensa informando da existência de uma suposta ação judicial contestando a constitucionalidade da lei que cria a meia-tarifa aos domingos em Aracaju, o Setransp informou que não ajuizou qualquer demanda judicial em relação a esse tema. Mas registrou que, apesar da derrubada do veto do prefeito sobre o projeto de lei aprovado, envolvendo a meia-passagem aos domingos, a lei ainda não foi publicada.

Não vai
O vereador Palhaço Soneca (PPS) já avisou que não vai pleitear o cargo de deputado estadual nas eleições deste ano. O parlamentar declarou que tem muito serviço para desenvolver em sua comunidade e que a “dívida” ainda é alta com o povo de Aracaju. “Fui eleito por 2.657 pessoas que acreditaram que eu podia realizar um trabalho sério em seus bairros, portanto não posso abandoná-las com menos da metade do meu mandato”, esclarece.

Perdas e danos 1
O governador Belivaldo Chagas (PSD) vive um momento difícil com a debandada de aliados que pleiteiam espaços para a disputa eleitoral deste ano. O primeiro a sair foi Heleno Silva, levando o seu PRB para um namoro com a oposição – namoro que deve virar casamento. Depois foi a vez do deputado estadual Gustinho Ribeiro (Solidariedade) anunciar que também deixaria a base governista.

Perdas e danos 2
As apostas são ainda altas no sentido de que o PDT, liderado pelo ex-secretário de Turismo, Fábio Henrique, possa deixar o governo em breve. Desde que uma chapa majoritária começou a ser discutida no ventre governista Fábio cobra a participação da sua sigla nela. O partido ainda externou insatisfação caso a chapa seja destinada a Eliane Aquino, cujo partido, o PT, já conta com uma indicação – a vaga para a disputa do Senado.

Perdas e danos 3
Concretizados, o desembarque do PDT, PRB e Solidariedade seria um baque para o governador Belivaldo. São três partidos de porte médio e bom tempo de televisão, além de acesso ao fundo partidário. Além disso, as siglas possuem três deputados na Assembleia Legislativa e a ida deles para a oposição pode gerar uma dor de cabeça para Belivaldo, como a aprovação de uma CPI da Saúde.


Venâncio reconhece
O deputado estadual Venâncio Fonseca, ex-líder da oposição na Assembleia Legislativa, afirmou nesta quarta-feira, 16, em entrevista à Rádio Mix FM, que “não pode deixar de reconhecer o trabalho que o prefeito Edvaldo Nogueira está realizando em Aracaju”. “Está causando ciúmes o trabalho que Edvaldo está fazendo. Eu nunca votei em Edvaldo, mas o cara está trabalhando. Será um candidato forte à reeleição pelo trabalho que vem fazendo na cidade”, disse ele, que ressaltou o papel fundamental do deputado federal André Moura na liberação de recursos para a capital sergipana. “Sem mágoa ou ressentimento, André faz muito por Aracaju”, frisou.