10/07/2018 as 08:34

Desperdício

Emília Correia aparece cotada para deputada, mas prefere disputar o Senado


Limpeza em SSA 1
A licitação para prestação de serviço de limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos de Salvador já tem vencedores. Com valor global de R$ 805 milhões, o contrato está dividido em dois lotes, sendo o primeiro com valor de R$ 378,622 milhões e o segundo R$ 427.104 milhões. Havia um terceiro lote na disputa, mas se encontra suspenso aguardando recurso em apreciação na comissão especial de licitação.


Limpeza em SSA 2
De acordo com o resultado divulgado pela Prefeitura de Salvador no Diário Oficial do Município, o primeiro lote tem como vencedor o Consórcio Salvador Ambiental, composto pela Revita Engenharia e Cavo Serviços e Saneamentos. O lote dois ficou com o Consórcio Ecosal, que tem como integrantes a Jotagê Engenharia, a Torre Construção, a Naturalle Tratamentos de Resíduos e a MM Consultoria Construções e Serviços.

 

Desperdício 1

A vereadora Emília Correia aparece bem citada em diversas sondagens para deputado federal. Com um mandato atuante de vereadora e boa base política na capital, ela poderia ser uma candidata viável a federal, já que pesquisas apontam que mais de 80% dos eleitores não pretendem votar ou não sabem em quem votar para federal. Mas Emília decidiu por entrar na disputa pelo Senado, que está muito embolada e envolve os políticos mais importantes e experientes de Sergipe.

Desperdício 2
A porcentagem de eleitores que não pretendem votar ou não escolheram seus candidatos ao Senado é bem mais baixa do que para deputado federal. Aliás, a disputa por uma vaga na Câmara Federal inclui vários nomes que estão extremamente desgastados, entre outras coisas por conta dos processos envolvendo o uso das verbas de subvenção. Isso também favorece nomes novos na disputa. Mas Emília, assim com outros bons nomes, parece decidida a disputar o Senado. Um desperdício.

Cassado 
O Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE-SE) informou ontem que cassou os diplomas do prefeito e vice-prefeito do Município de Areia Branca (SE). Segundo a assessoria do Ministério Público Federal (MPF), além deles, um primo do prefeito também teve o diploma cassado. Os três vão ter que pagar multa também. Ainda de acordo com a Justiça, o motivo da condenação foi a suposta compra de votos nas eleições de 2016, quando um primo do prefeito teria sido flagrado dando dinheiro a eleitores em troca de votos. A Assessoria de Comunicação do Município de Areia Branca informou que o prefeito e o vice-prefeito vão recorrer da decisão.


Nem o nome
Para esta coluna, Vera Lúcia, pré-candidata à Presidência da República pelo PSTU, afirmou que o tempo que terá para campanha na televisão é de seis segundos. “Quem de fato vai estar se apresentando nos programas eleitorais, nos meios de comunicação de massa no período das eleições, são os mesmos partidos que estão governando e legislando hoje no país. Os mesmos que estão envolvidos nos esquemas de corrupção”, frisou.

Convite de partidos
Após o vereador Thiaguinho Batalha ter desabafado sua indignação com o PMB, conforme o JC registrou na edição passada, muitos partidos resolveram lançar convictos ao jovem político. “Está convidado para o Solidariedade”, escreveu Gustinho Ribeiro, presidente do diretório estadual do partido.

Visita
Ontem, deputado federal Fábio Mitidieri (PSD) fez uma visita de cortesia ao prefeito em exercício de Aracaju, Nitinho (PSD). Na oportunidade, ele esteve acompanhado pelos secretários do Estado e do Município, Antônio Hora e Jorginho Araújo, respectivamente. “Aracaju está em excelentes mãos. Parabéns, Nitinho. Você merece”, registrou na rede social, em seu perfil pessoal.

Aberto
Dr. Emerson, presidente do diretório estadual do Rede e pré-candidato ao Governo, contou para esta coluna que “não é um partido fechado”. “A gente dialoga com qualquer possibilidade que surja de conversa. Ela tem que, necessariamente, passar pelo partido. Que a gente possa fazer algo diferencial que seria dialogar para uma aliança programática. Sergipe precisa disso, que a gente tenha pessoas com compromisso de fazer política”, disse.

Pt 1

O vice-presidente nacional do PT e pré-candidato a deputado federal Márcio Macedo, participou ontem da reunião da direção nacional do PT, na sede do partido, em São Paulo, para discutir a conjuntura política do país, os acontecimentos do último domingo, 8, envolvendo a possível soltura de Lula, e as medidas jurídicas e políticas a serem tomadas pelo partido.

PT 2
“O domingo foi marcado por mais um capítulo do golpe, numa total usurpação de setores do Poder Judiciário e demais poderes da Federação, em um atentado contra a democracia e a Constituição brasileira. O PT tomará providências jurídicas e políticas e é preciso ser feita no Brasil inteiro uma jornada de atos a favor da liberdade de Lula e da sua pré-candidatura à Presidência da República”.

Cassada também
A Justiça Eleitoral decidiu no início da noite desta segunda-feira, 9 cassar o diploma da prefeita de Riachão do Dantas, Gerana Gomes Costa Silva, e do seu vice, Luciano Goes Paul. Por cinco votos a dois, eles foram condenados acusados de abuso de poder econômico, nas modalidades dos meios de comunicação e fraude ao processo eleitoral referente ao pleito de 2016. Com a decisão, eles também ficam inelegíveis por oito anos a contar de 2016. A defesa da prefeita informou que não vai se pronunciar sobre o caso.

Resposta 1
“É lamentável que políticos usem órgãos de comunicação para caluniar, mentir e tentar denegrir a imagem de adversário. Não tem qualquer fundo de verdade a informação publicada no Caderno da jornalista Thais Bezerra, dando conta de uma união política nossa com o deputado Luciano Bispo”. Foi o que afirmou o prefeito de Itabaiana, Valmir de Francisquinho, adiantando que, ao contrário do que diz a nota, o que existe é um acordo espúrio entre a deputada Maria Mendonça e o deputado Luciano Bispo, que utilizam quatro programas de rádio, em duas emissoras, com uma só pauta: bater em Valmir.


Resposta 2
Outro exemplo desta aliança, citada pelo prefeito, foi a eleição da Câmara, quando os vereadores João Cândido e Zé Roberto, liderados pela deputada, uniram-se aos parlamentares liderados por Luciano e votaram na vereadora Ivoni Andrade, uma adversária histórica da família Teles de Mendonca. “Essa vereadora passou toda sua vida política agredindo verbalmente os integrantes da família da deputada, inclusive seu pai, o saudoso Chico de Miguel. Mas nem isso foi levado em conta por Maria, que preferiu se aliar a Luciano e elegê-la presidente”, falou o prefeito.