24/07/2018 as 08:11

Eleições 2018

PSOL lança hoje Sônia Meire como pré-candidata ao Senado

Sônia destacou que " somos uma pré-candidatura comprometida com a luta contra o golpe parlamentar que levou Michel Temer ao poder e segue retirando direitos dos trabalhadores e trabalhadoras de forma absurda".


Na rede social 1
No mundo das redes sociais, o deputado federal Fábio Mitidieri (PSD) escreveu: “É hora de ter cuidado com as nossas escolhas para não acabarmos com um novinho despreparado
ou corrupto”.

Na rede social 2
Além de Mitidieri, o deputado federal Valadares Filho (PSB) registrou: “É impressionante a quantidade de pessoas que participam e estão indignadas com a falta de governo em Sergipe. Essas pessoas também transmitem uma mensagem de apoio e carinho com a nossa pré-candidatura”.

Muito estranho
Política tem dessas coisas, mas a população não se acostuma: aliados de Valadares, que há bem pouco tempo estavam aboletados em cargos comissionados no governo do estado, agora desandam a criticar o governo. E fica aquela pergunta: quando estavam no governo não estavam vendo os problemas?

R$ 30 milhões
É isso que você leu, R$ 30 milhões. Nos bastidores da política se fala que esse será o valor que um pré-candidato estaria disposto a gastar. Fala-se também que há uma tabela para adesão de vereadores a esta campanha: R$ 20 mil, R$ 30 mil e R$ 40 mil, dependendo da quantidade de votos que o parlamentar obteve.

Boquim
As obras de pavimentação asfáltica anunciadas no início deste mês pelo governo do Estado, para o município de Boquim, já foram iniciadas desde a semana passada. Com investimentos de R$ 1,5 milhão, a obra abrange 5,73 quilômetros de vias, totalizando uma área asfaltada de 49.395m². O trabalho está sendo realizado pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano (Seinfra) e pelo Departamento de Estradas de Rodagem de Sergipe (DER/SE).

Pré-candidata 1
A pré-candidatura da professora Sônia Meire ao Senado, pelo Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), será lançada hoje, a partir das 18h30, no Bairro América. Na oportunidade, também acontecerá o lançamento coletivo de algumas das pré-candidaturas a cargos proporcionais da legenda.

Pré-candidata 2
“Somos a única pré-candidatura feminina ao Senado em Sergipe. Mais que isso, somos uma pré-candidatura comprometida com a luta contra o golpe parlamentar que levou Michel Temer ao poder e segue retirando direitos dos trabalhadores e trabalhadoras de forma absurda. Queremos unir todo mundo que fez greve geral, que foi às lutas contra as reformas de Temer em torno de um novo projeto para o Brasil. É a serviço desta luta que estamos na disputa eleitoral”, destacou Sônia Meire.

Tendências 1
A análise das últimas pesquisas registradas no Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE/SE) aponta algumas tendências. Na disputa pelo governo, Eduardo Amorim (PSDB) apresenta tendência mais forte de queda, entre os três primeiros. Já Valadares Filho (PSB), que se mantinha estável em sondagens anteriores, aparece também com ligeira queda nas intenções de voto.

Tendências 2
Ainda de acordo com essas sondagens, Dr. Emerson não consegue deslanchar e o governador Belivaldo Chagas (PSD) surpreendeu alguns analistas, demonstrando um crescimento na preferência do eleitorado – com espaço para subir mais alguns degraus nos índices. Esses dados agitaram e alteraram o período de pré-campanha de todos os que se apresentam para a disputa. Valadares Filho, por exemplo, elevou o tom nas críticas ao governo. Está mais incisivo.

Canudos
Algumas pessoas não gostaram da proposta da vereadora Kitty Lima (rede), que pretende proibir o uso de canudos de plástico nos estabelecimentos comerciais da capital. Essa é uma mentalidade equivocada. Canudos compõem percentual relevante de todo o plástico que é descartado no meio ambiente. A ação da vereadora está em sintonia com o mundo e a questão está sendo discutida em diversos parlamentos por diversos países. Não é coisa de ambientalista, é um assunto urgente.

Mortes
O JORNAL DA CIDADE divulgou na sua edição do fim de semana que 551 pessoas foram assassinadas em Sergipe, até junho de 2018. Isso dá uma média de três crimes deste tipo por dia. Em 2017 foram 1.123 homicídios. O clima no estado é de terror, as pessoas estão amedrontadas, evitando ir às ruas. Afinal, qualquer um pode ser a próxima vítima e virar estatística. O governo parece que não entendeu a dimensão do que representam esses números e vive um momento de letargia na Segurança Pública.

R$ 250 mil
Muito se fala no aluguel de R$ 150 mil pago pelo governo para manter a Secretaria de Saúde no prédio que abrigava o Mistão. Mas em Sergipe tem órgão público que paga R$ 250 mil de aluguel, e todo mundo sabe disso – mas não se ouve políticos questionando o fato. Por que será?

Em Aracaju 1
Durante passagem por Aracaju, Manuela D’Ávila, pré-candidata à Presidência da República pelo PCdoB, comentou sobre possibilidade
de se tornar vice de Ciro Gomes (PDT): “Não entrou no nosso radar”.

Em Aracaju 2
Manuela comentou sobre a relação de André Moura (PSC), líder do governo de Michel Temer (MDB), com Edvaldo Nogueira (PCdoB). “O prefeito tem obrigação. Se ele não se relacionasse com o governo Temer para buscar dinheiro para Aracaju, estaria cometendo um crime contra o povo”, disse.