08/08/2018 as 08:27

Citricultura

"O desgoverno trouxe enorme prejuízo para os setores produtivos", diz Amorim

Segundo dados apresentados pela Associação Sergipana dos Trabalhadores da Citricultura (Asserprol), na citricultura sergipana, atualmente, há uma defasagem de 40 mil desempregados.


Pesquisas 1
Pré-candidato ao Senado, o ex-governador Jackson Barreto (MDB) afirma que não está preocupado com as pesquisas que foram divulgadas. Segundo ele, os levantamentos mostram que Belivaldo Chagas (PSD) foi o único que cresceu, mostrando solidez na sua candidatura. “Era um terceiro lugar distante e agora está praticamente em primeiro”, falou Jackson.

Pesquisas 2
Questionado sobre a liderança do senador Valadares nas sondagens para o Senado, Jackson avalia que o cenário só começar a “clarear” um pouco com o início do programa de televisão. “Foi assim na minha campanha passada para governador. O crescimento veio com os debates e o programa de televisão”, enfatizou.

Citricultura 1
A citricultura em Sergipe foi abandonada pelo Governo do Estado. Segundo dados apresentados pela Associação Sergipana dos Trabalhadores da Citricultura (Asserprol), a citricultura sergipana já gerou mais 100 mil empregos, mas atualmente há uma defasagem de 40 mil desempregados, resultando numa queda de mais de 70% na produção citrícola. Isso significa uma perda de R$ 2 milhões por mês.

Citricultura 2

“O desgoverno que aí está trouxe um enorme prejuízo para os setores produtivos do Estado, pela inexistência de um projeto de desenvolvimento econômico e de geração de emprego para as várias regiões. A citricultura, no Centro-Sul e Sul sergipanos, é uma prova do descaso. Por isso queremos construir com os municípios um grande projeto de desenvolvimento econômico regional, gerando emprego e renda e movimentando a economia”, salientou o candidato a governador Eduardo Amorim.

Apoio a Lula
Próximo dia 15, o candidato ao Senado pelo MDB, Jackson Barreto, engrossará a militância que ocupará Brasília em favor da liberdade e do registro da candidatura de Lula, que deverá ser registrada junto ao TSE nessa data. Para JB, participar do ato em favor de Lula reafirma sua trajetória de luta em prol da democracia. “Me fiz político nos embates sociais, na militância pelas causas sociais e pelo Estado Democrático de Direito. Estarei em Brasília em apoio a Lula e pelos avanços sociais e econômicos que estamos perdendo com esse governo”, afirmou.

Com Rogério
O presidente
estadual do MDB, João Augusto Gama, deixou claro: o partido irá para a rua com o senador do PT, Rogério Carvalho, e Jackson Barreto. “É o que está na ata, na urna da convenção e é o que vamos registrar. O MDB vai fazer toda a força, vai dar toda a sua energia para a eleição de Belivaldo Chagas, Jackson Barreto e Rogério Carvalho”, enfatizou. Ele concluiu lembrando que o grupo está unido desde o ano 2000 e que isso vem dando certo.

Ficha limpa
O deputado federal Fábio Reis destacou a importância de Jackson para Sergipe e a presença de Eliane Aquino numa chapa “ficha limpa”. “Eliane tem relevantes serviços prestados ao lado do nosso saudoso ex-governador Marcelo Déda. Em todos os municípios que passamos vemos as pessoas demostrando um carinho imenso por ela. Muito obrigado por fazer parte desta chapa, seja muito bem-vinda ao MDB, que irá abraçar toda essa chapa”, falou Reis, durante a convenção do MDB.

É federal
O advogado Alexandre Figueiredo confirmou que vai concorrer a uma vaga na Câmara Federal. “Tenho conversado com a população nas minhas caminhadas pelo Estado e observado que as pessoas anseiam por mudanças. Todos sabemos que o Brasil passa por uma de suas piores crises econômicas da história, causando o fechamento de milhões de postos de trabalho, atingindo muitas famílias com o desemprego. E eu vejo que por meio da política podemos começar a reverter essa situação”, disse Alexandre, minutos depois da homologação da candidatura a federal que aconteceu na sede do MDB Sergipe.

Malabarismo 1
O ex-prefeito de Socorro, Fábio Henrique (PDT), realizou um verdadeiro malabarismo político para tentar garantir a sua eleição a deputado federal. Fábio permaneceu no governo de Belivaldo Chagas (PSD), ocupando espaços e indicando cargos, até os 45 do segundo tempo, quando não deu mais.

Malabarismo 2
Aí anunciou apoio a Valadares Filho (PSB), que disputa o governo e tornou o pedetista o candidato a federal prioritário dos socialistas – o posto era de Elber Batalha Filho. Ainda que apoiando Valadares Filho, FH mantém seu apoio a André Moura (PSC), que disputa o Senado. Ou seja, Fábio tem um pezinho em cada grupo. Mas, sejamos justos, ele não é o único nesta situação.

Respeito
Eliane Aquino (PT), pré-candidata a vice-governadora do Estado, junto com Belivaldo Chagas (PSD), pediu respeito na política deixando registrada na rede social, em seu perfil pessoal: “Só peço que tenham caráter e não usem a doença de Marcelo politicamente. Respeitem sua memória, sua história e tudo que ele fez para Sergipe. Que falta que esse cara faz!”.

Educação
O deputado estadual Robson Viana (PSD) assumiu a Comissão da Educação na Assembleia Legislativa do Estado de Sergipe, que era capitaneada pela deputada Ana Lúcia (PT). “Vinda das mãos de uma professora e mestre no legislar, é um prazer e responsabilidade compartilhada com ótimos gestores educacionais e amigos da escola”, disse Robson. Ele ainda destacou que o Plano Nacional da Educação está em vigor e aberto a emendas, mesmo já existindo uma base comum curricular. O deputado destacou que possui diversos projetos voltados à comunidade escolar.

CPI da Saúde
Na última segunda-feira, dia 6, os membros da CPI da Saúde fizeram uma enxurrada de questionamentos a Waneska Barboza, no que diz respeito ao repasse de verbas da Prefeitura de Aracaju para hospitais filantrópicos. Inclusive, o vereador Cabo Amintas (PTB), líder da oposição na Câmara, afirmou não estar convencido com as explicações e disse que “certamente” a secretária deverá ser ouvida mais uma vez. “Ela ‘rodeou’, ‘rodeou’ e não disse muita coisa”, falou.