20/08/2018 as 07:36

Patrimônio

Milton Andrade possui maior patrimônio declarado dentre postulantes ao Governo

Logo depois vem Belivaldo Chagas (PSD), com R$ 2 milhões – o dobro do que declarou em 2014 (R$ 1 milhão).


Valadares na frente 1
O ibope divulgou pesquisa eleitoral em Sergipe em que mostra que se a eleição fosse realizada agora Valadares Filho (PSB) venceria a disputa com 23% e é seguido por Eduardo Amorim (PSDB), com 17%, e Belivaldo Chagas, com 12%. Segundo a consulta popular, Dr. Emerson teria 5% dos votos, Mendonça Prado 3%, João Tarantela, Márcio Souza e Milton Andrade aparecem com 1%, Givalni Santos 0%. Levantamento foi feito entre os dias 14 a 16 de agosto. A margem de erro é de 3%. Número de registro no TRE-SE: SE-02253/2018.


Valadares na frente 2
A pesquisa Ibope, que ouviu 812 eleitores, mostra Antônio Carlos Valadares (PSB) com 28% das intenções de votos para o Senado, André Moura com 21%, Jackson Barreto 16 %, e Rogério Carvalho 12%. A Professora Sônia Meire tem 9%, Delegado Alessandro Vieira e Pastor Heleno têm 7%, Professor Jossimário Mick, 4%, Adelson Alves 3%, Cadu Silva 2%, Henri Clay 2%, Reynaldo Nunes 2% e Clarckson Messias 1%. O Ibope ouviu o eleitorado no período de 14 a 16 de agosto, c conforme foi divulgado pela TV Sergipe, que contratou a pesquisa.

Mais violentos
O governador Belivaldo Chagas (PSD) disse, e deixou registrado na rede social: “Sergipe caiu da primeira para a sexta colocação no ranking dos Estados mais violentos do Brasil e isso é prova de nosso compromisso com a Segurança Pública. Nos últimos dois anos convocamos 450 novos agentes e escrivães para atuar na segurança. Em breve, outros serão convocados”.

Cavalgada proibida 1
Atendendo a pedido do Ministério Público Eleitoral (MP Eleitoral), o desembargador Roberto Porto, do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), proibiu a realização da cavalgada de Carira, marcada para o próximo domingo, 19. De acordo com o MP Eleitoral, o evento seria seguido de grande show, aberto ao público, com características de showmício, proibido pela legislação eleitoral. A Justiça Eleitoral determinou pena de multa de R$ 100 mil ao organizador do evento se a cavalgada for realizada.


Cavalgada proibida 2
A Promotoria Eleitoral no Município de Carira iniciou as investigações sobre o evento e encaminhou as informações para a Procuradoria Regional Eleitoral. Nos dados coletados pelo Ministério Público ficou claro que o organizador do evento, filiado a partido político, tinha o apoio de dois ex-prefeitos do município para realização da cavalgada. Além disso, esses ex-prefeitos já anunciaram publicamente o apoio a um dos candidatos a Governador do Estado.

Frequência
O vereador Thiaguinho Batalha (PMB) anda insatisfeito perante as recorrentes ausências de parte dos colegas após o grande expediente da Câmara de Aracaju, onde não participam das votações. O parlamentar sugeriu que houvesse penalidade para aqueles que faltassem com frequência.

Patrimônio 1

Milton Andrade (PMN) possui o maior patrimônio declarado à Justiça Eleitoral, entre os postulantes ao Governo do Estado. Ele informou bens no valor de R$ 3,7 milhões. Logo depois vem Belivaldo Chagas (PSD), com R$ 2 milhões – o dobro do que declarou em
2014 (R$ 1 milhão).

Patrimônio 2
Emerson Ferreira (Rede) declarou bens no valor de R$ 1,3 milhão – quase R$ 100 mil a menos do que em 2016, quando disputou a eleição para prefeito. João Tarantella (PSL) declarou possuir pouco mais de R$ 1 em patrimônio – em 2016, quando também disputou a Prefeitura de Aracaju, ele havia informado bens no valor de R$ 730 mil.

Patrimônio 3
Mendonça Prado (DEM) declarou R$ 659.932,34, menos do que em 2014, quando informou possuir bens no valor de R$ 707.024,24. Valadares Filho (PSB) informou possuir R$ 602.900,00 em bens – mais do que em 2016, quando possuía R$ 525 mil. Eduardo Amorim (PSDB) declarou bens no valor de R$ 319 mil, menos do que na campanha de 2014, quando informou R$ 283 mil. Gilvani Santos (PSTU) declarou possuir R$ 200 mil em bens e Márcio Souza (Psol), R$ 185 mil.

Grau de instrução 1
O eleitor que tiver um tempo pode dar uma “passeada” no site do TRE. Vai se deparar com algumas informações necessárias e que podem ser decisivas na hora do voto, como, por exemplo, conhecer o grau de escolaridade do candidato. É ou não relevante ter algum nível de ensino para exercer o cargo? Ou basta apenas ter a representatividade de liderança?

Grau de instrução 2
Para a esfera federal, de atuação na Câmara de Deputados em Brasília, esta coluna constatou até candidato que não possui grau nenhum, que registrou apenas “lê e escreve”, como é o caso de Manésertão do Barateotó (Rede). Além dele, também tem os que apontam ter o ensino fundamental incompleto, como Dona Jô (Psol) e Fabão (PSTU).

Grau de instrução 3
Já para a disputa na Assembleia Legislativa, esta coluna observou alguns no portal do TRE que apresentaram grau de escolaridade de ensino fundamental incompleto, como Ailton do Pexú (PTB), Biro Biro (PSC), Bin Laden (PSB), Pedro Firmino (PSDB), Rodeirão (DEM) e Xamego Bom (PDT).

Boulos em SE 1
O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) convida a imprensa sergipana para participar da coletiva de imprensa com Guilherme Boulos, candidato à Presidência da República pelo Psol, que será realizada na próxima quinta-feira, 23, a partir das 7h, no Sindipetro.

Boulos em SE 2
Em Aracaju, Guilherme Boulos cumprirá uma extensa agenda de imprensa, encontros com movimentos sociais e diálogo com apoiadores. A partir das 18h, ele participa do “Dia B”, um grande comício que será realizado na Praça General Valadão e contará com a presença de Sônia Guajarara, candidata a vice-presidente na chapa do Psol, Márcio Souza, candidato ao Governo do Estado de Sergipe, professora Sônia Meire, candidata ao Senado Federal, e Jossimário Mick, também candidato ao Senado.


Inimigos do povo
Essa foi de Heleno Silva, candidato ao Senado, em entrevista: “Tem gente fazendo acertos políticos e oferecendo benefícios, mas que no final acabará votando pela aprovação da reforma da Previdência e cometendo um crime contra o homem do campo, que terá que trabalhar por mais dez anos para se aposentar. Então, agora, faço um alerta aos eleitores para que estes não mandem para Brasília inimigos do povo”, disparou.

Auditoria
O conselheiro Carlos Alberto Sobral, vice-presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE/SE), autorizou na última quinta-feira, 16, a realização de auditoria extraordinária nas áreas de transporte escolar e locação de veículos na Secretaria de Estado da Educação (Seed) e prefeituras municipais de Nossa Senhora do Socorro e São Cristóvão – órgãos que integram a Área de Controle e Inspeção da qual é relator.