24/09/2018 as 09:38

Decisão

Ivan Monteiro anunciou que não vai fechar a Fafen

Monteiro recebeu em audiência o secretário José Augusto Carvalho (Sedetec), o ex-governador Albano Franco, o assessor de projetos José de Oliveira Júnior, o secretário-adjunto da Sedetec, Carlos Augusto, e o diretor da Petrobras Jorge Celestino.


Ivan Monteiro anunciou que não vai fechar a Fafen

O presidente da Petrobras, Ivan Monteiro, anunciou no final da tarde de ontem que a estatal não vai fechar a Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados (Fafen) de Sergipe. Monteiro recebeu em audiência o secretário José Augusto Carvalho (Sedetec), o ex-governador Albano Franco, o assessor de projetos José de Oliveira Júnior, o secretário-adjunto da Sedetec, Carlos Augusto, e o diretor da Petrobras Jorge Celestino.

Fafen não fechará 2
Na sede da Petrobras, no Rio de Janeiro, Ivan Monteiro disse que na primeira semana de outubro virá a Sergipe para conversar com o governador Belivaldo Chagas, com quem manteve contato telefônico ontem. O fechamento da Fafen estava previsto para o dia 31 de outubro. A direção da Petrobras vai discutir a redução dos custos operacionais da indústria e definir condições de competitividade.

Medicina 1
Candidato ao Senado, o deputado federal André Moura (PSC) afirmou à coluna que uma das melhores notícias do seu mandato foi a conclusão do processo licitatório da Faculdade de Medicina de Estância. “Tivemos 1.782 municípios que se inscreveram para ter uma Faculdade de Medicina e apenas 20 foram contemplados. Um desses municípios foi Estância, graças à força do meu trabalho”, disse Moura.

Medicina 2
Moura prosseguiu: “Sabe quando o MEC vai autorizar uma nova faculdade de Medicina no Brasil? Está proibido pelos próximos cinco anos”. O deputado explicou que a Unit ganhou o processo para explorar a faculdade e que muito provavelmente, no segundo semestre do próximo ano, teremos uma nova faculdade de Medicina em Sergipe. “Pontuo essa como uma das maiores obras do meu mandato”, afirmou.

Devendo
A campanha eleitoral vai chegando na sua reta final e começa a aparecer um problema antigo: candidatos que deixam uma pilha de dívidas a fornecedores e profissionais que trabalharam na sua campanha. Nos bastidores tem se falado muito de um candidato a senador que já estaria devendo à sua equipe. Ele seria useiro e vezeiro em fazer isso, sendo que na última eleição também teve gente que trabalhou com ele e ficou sem receber.


Cafezinho 1
Um conhecedor da administração pública contabiliza que juntos, o Tribunal de Justiça, Tribunal Regional Eleitoral, Tribunal de Contas, Câmara Municipal, Assembleia Legislativa, Ministério Público e outros órgãos do Estado de Sergipe têm mais garçons do que quase todos os bares e restaurantes de Aracaju reunidos.

Cafezinho 2
Ainda segundo ele, se somarmos o dinheiro público investido em café, biscoitinho, chás de todos os tipos, adoçantes, açúcar, sucos variados – e até água de coco, para as autoridades mais graduadas – teríamos verba suficiente para a compra de milhares de cestas básicas para famílias que precisam de verdade. É de se pensar.

Setembro violeta 1
Em pronunciamento na Tribuna da Câmara Municipal de Aracaju (CMA) esta semana, o vereador Dr. Gonzaga (MDB) falou sobre a importância do ‘Setembro Violeta’. “De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), estima-se que mais de 30 milhões de pessoas em todo o mundo vivam com a doença de Alzheimer (DA), que é o tipo mais comum de demência e atinge, principalmente, pessoas acima dos 60 anos. A doença não é reversível e nem tem cura, por isso é necessário um diagnóstico eficiente e rápido para prevenções”, alertou o médico.

Setembro violeta 2
Dr. Gonzaga informou que o mês de setembro, ou “Setembro Violeta”, é lembrado como o período da conscientização sobre o problema, e para mostrar como é possível auxiliar as pessoas que sofrem desse transtorno neurodegenerativo. No último dia 21 foi comemorado o Dia Mundial do Alzheimer.

Doador
O empresário Luciano Barreto, além de ter feito doação para as campanhas de Belivaldo Chagas (PSD) e Jackson Barreto (MDB), também colocou recursos financeiros para os candidatos Venâncio Fonseca (PSC) e Gilmar Carvalho (PSC) no valor de R$ 100 mil para cada um.

Receita 1
Esta coluna observou ainda, no sistema de divulgação de candidaturas do TSE, que os vereadores Elber Batalha (PSB) e Dra. Emília Correa (Patriota), que buscam vaga na Câmara de Deputados, conseguiram arrecadar uma boa quantidade de recursos para elaboração da campanha eleitoral.

Receita 2
Dra. Emília Correa, por exemplo, apresenta valor R$ 318.500,00 – oriundos da direção nacional do partido e também de pessoa física. Já Elber Batalha está com receita de R$ 120.907,50 – sendo R$ 100 mil da direção estadual.

Foro privilegiado 1
O deputado federal André Moura (PSC), candidato ao Senado Federal, afirmou ser a favor do fim do foro privilegiado. “Sou totalmente contra o foro privilegiado, tanto é que na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados (CCJ) já me posicionei claramente contrário a esse privilégio”, comentou.

Foro privilegiado 2
O parlamentar entende que o fim do foro privilegiado contempla o “Princípio da Igualdade” previsto no art. 5º. da Constituição Federal. “Todos são iguais perante a lei”, justifica o parlamentar. André quer o fim do foro especial por prerrogativa de função (foro privilegiado) para todos: políticos com mandato, juízes e promotores de Justiça, ministros federais, a fim de que as autoridades tenham o mesmo tratamento de um cidadão comum.