07/11/2018 as 09:01

Apreensão

Atual secretário da Fazenda deve permanecer na esfera do Governo do Estado

Na esfera do Governo do Estado, fala-se muito em reforma do primeiro escalão, mas ninguém ainda sabe quem sai.


Apreensão

Na esfera do Governo do Estado, fala-se muito em reforma do primeiro escalão, mas ninguém ainda sabe quem sai. Contudo, comenta-se que o secretário da Fazenda, Ademario Alves, é, até agora, o único que fica. Os demais casos serão resolvidos depois.

Será só boato
Circulam em Brasília informações dando conta de que Sergipe corre o risco de perder algumas repartições públicas federais, tipo Serviço de Patrimônio da União (SPU) e Tribunal de Contas (TCU), entre outras.

Voltará
O ex-secretário-chefe da Controladoria do Município de Aracaju, Alexandre Figueiredo, voltará a ocupar cargo no primeiro escalão da PMA. A informação é do prefeito Edvaldo Nogueira.

Orçamento
Ainda sobre votação, o deputado Luciano Bispo também acrescentou que o projeto de lei referente ao orçamento do governo estadual para 2019 só deverá ser tratado em dezembro.

Votação Alese
O deputado estadual Luciano Bispo (MDB), presidente da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), afirmou que hoje será realizada votação dos projetos encaminhados pelo governo estadual. “Refis e o do Ipesprevidência. Então, são projetos fáceis de serem votados. Não são polêmicos. Precisamos dar andamento nos projetos”, disse.

Sem sessão
Inclusive, por falar em Alese, ontem a sessão ordinária foi na base do “abrir para fechar”. Nenhum inscrito para falar no pequeno e nem no grande expediente. O movimento anda “bem parado” após o término das eleições.

Boa ideia
O prefeito de Aracaju, em parceria com a iniciativa privada, anunciou a ornamentação do Natal da capital. Será o Natal Iluminado em vários pontos do Centro da cidade. Como sugestão, por que não ornamentar também a Ponte Aracaju/Barra? A propósito, a Celse, responsável pela termoelétrica que também participa do empreendimento, poderia ficar responsável pela iluminação da ponte.


Perder sono
O vereador Cabo Amintas (PTB) falou para esta coluna que falta pouco para finalizar o relatório da CPI da Saúde. “Agora já podem começar a perder o sono, a começar a tomar os remédios, pois os corruptos que usaram os hospitais, que fizeram política no Hospital Cirurgia podem se preparar. O Ministério Público vai ter muita coisa para se debruçar e denunciar essas pessoas”, desabafou.

TRE
Na tarde de ontem, o presidente do TRE de Sergipe, o desembargador Ricardo Múcio Santana de Abreu Lima, empossou a jurista Marcela Pithon Brito Santos para exercer as funções de membro substituto da Corte Eleitoral. A posse ocorreu no gabinete da presidência do Tribunal. A nomeação da jurista foi publicada no Diário Oficial da União e ela vai ocupar a vaga decorrente do término do biênio de Lenora Viana de Assis.

Questionamento
Para esta coluna, o vereador Professor Bittencourt, presidente do diretório estadual do PCdoB, questionou: “Alguém ouviu da boca de Rogério Carvalho (PT) um pedido de voto quando Edvaldo Nogueira (PCdoB) foi candidato a prefeito em 2016? Rogério reuniu algum grupo?”.

No Twitter
Enquanto isso, no mundo da rede social, Clóvis Silveira, presidente do diretório estadual do PPS, escreveu no seu perfil pessoal: “É engraçado como as pessoas mudam quando não fazemos exatamente o que elas querem!”.

Aposentadoria
A pretensão do Governo Federal de encaminhar o projeto de Reforma da Previdência para votação fez com que fosse retomada a corrida por informações para aposentadorias em repartições públicas federais. Na UFS, dez se aposentaram nos últimos dias e dezenas de outros estão se programando para dezembro. São servidores e professores que já integralizaram o tempo de contribuição e a idade e que vinham trabalhando normalmente. Há servidores em outras repartições públicas nessa mesma situação.

PSDB 1

O senador Eduardo Amorim é contra o fim do PSDB, como tem insinuado publicamente o ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso. “Acho que os políticos devem ser pessoas honestas e sérias. Se isso fizermos, há espaço para a sobrevivência do nosso partido”, comentou. E acrescentou: todos os partidos e políticos precisam rever os seus conceitos. É isso que o povo quer. É preciso refletir”.

PSDB 2
O mandato de Amorim no Senado termina neste ano e ele deverá voltar a se dedicar mais às atividades médicas. Ele também pensa em exercer o jornalismo, criando um blog ou mantendo páginas nas redes sociais. “O político não deve ver a política como profissão. Embora sem mandato, continuarei fazendo política”, disse ele.











Quer receber as melhores notícias no seu Whatsapp?

Cadastre seu número agora mesmo!

Houve um erro ao enviar. Tente novamente mais tarde.
Seu número foi cadastrado com sucesso! Em breve você receberá nossas notícias.