21/01/2019 as 07:43

Esvaziamento

Crise no MDB de Sergipe

O partido, que chegou a ter Belivaldo Chagas em seus quadros, vê agora, sem poder reagir, deputados articulando o ingresso em outras siglas


Esvaziamento 1
No governo tem se falado muito num possível esvaziamento do MDB, que se viu apeado do poder com a saída de Jackson Barreto do governo e seu insucesso na disputa pelo Senado. O partido, que chegou a ter Belivaldo Chagas em seus quadros, vê agora, sem poder reagir, os deputados Garibalde Mendonça e Zezinho Guimarães articulando o ingresso em outras siglas. Outro baque pode ser a manutenção da decisão que hoje deixa Luciano Bispo sem mandato – e sem a Presidência da Alese, por consequência.

Esvaziamento 2
Prefeitos e ex-prefeitos bons de voto já declararam a saída do partido, como Marcos Santana, de São Cristóvão, Danilo de Joaldo (Itabaianinha) e Humberto Maravilha (Umbaúba). Procede também a informação que vem sendo veiculada na imprensa de que estão de malas prontas os ex-prefeitos Uíta Barreto (Ribeirópolis) e Juca de Bala (Laranjeiras), além do vereador Dr. Gonzaga, de Aracaju, e o empresário Marcos Franco. Há uma queixa muito grande em relação à chamada “velha guarda” do partido, que estaria pressionando o governador.

Ciclovias
Visando contribuir com a mobilidade urbana, o vereador Iran Barbosa (PT) propôs a expansão da malha cicloviária de Aracaju. Ele apresentou duas indicações solicitando que a prefeitura providencie a construção de uma ciclovia ligando a Avenida Heráclito Rollemberg e a Avenida Antônio Alves. Ele ainda sugeriu a construção de uma ciclovia por toda a extensão da ponte que dá acesso ao Shopping Riomar, ligando o Bairro 13 de Julho ao Bairro Coroa do Meio.

Sem força

Quem conhece os bastidores da política – e de Brasília principalmente – teme que os próximos quatro anos serão difíceis para o Estado de Sergipe. Não há previsão de pujança na economia e o Estado ficará nas mãos do Governo Federal. O problema é que agora não haverá um interlocutor com força e representatividade para garantir recursos para o Estado, como já foram o ex-governador Marcelo Déda e até mesmo o deputado federal André Moura.

Ordem de serviço 1
O prefeito Edvaldo Nogueira assinou ontem ordem de serviço de infraestrutura nos loteamentos Jardim Bahia I e II, Bairro Soledade, zona Norte. Com um investimento de quase R$ 3 milhões, as obras foram viabilizadas com recursos da emenda impositiva de R$ 63 milhões, destinada para Aracaju pela bancada federal de Sergipe e conquistada por Edvaldo, com o apoio do deputado federal André Moura, que prestigiou o evento.

Ordem de serviço 2
Depois de ser elogiado por Edvaldo, Moura retribuiu: “A competência de Edvaldo e de sua equipe vem fazendo a diferença. Muitas obras foram retomadas e iniciadas por causa da capacidade e dos esforços empreendidos por sua gestão. Inauguramos uma nova forma de fazer política, deixando para trás o atraso e colocando os interesses do povo como prioridade”, falou.

Criticando
O ex-presidente da OAB, Henry Clay Andrade, tem comentado em seu Twitter os acontecimentos da política nacional. Ontem mesmo ele tuitou: “Muito estranha a suspensão da investigação do caso Queiroz pedida pelo senador Flávio Bolsonaro, ex-chefe do investigado. Diante de cheques estranhos, o residente Bolsonaro disse que Queiroz lhe devia, vende carro e faz rolo. Esse rolo foi para debaixo do tapete do Planalto”.

Sem-cargos
Depois dos sem-terra e dos sem-teto, cresce no governo estadual a categoria dos “sem-cargo”. É grande a turma que foi exonerada há 20 dias e continua trabalhando de graça, aguardando para saber se será novamente nomeada – ou não. Tem gente torcendo para receber salário retroativo ao início do mês, mas a possibilidade é remota.

Quem seria?
O Ministério Público Estadual (MPE) divulgou em seu portal uma notícia sobre a condenação de três envolvidos no processo das verbas de subvenção. Eram pessoas ligadas a uma entidade que recebeu os recursos da Assembleia. Só faltou dizer quem foi o deputado que destinou a grana à entidade.


Pelo Twitter
Pelo Twitter, o governador Belivaldo Chagas anunciou ontem mais um auxiliar: “Nomeei o novo secretário de Estado da Agricultura: André Luiz Bomfim Ferreira é engenheiro agrônomo e funcionário de carreira do Incra. Seja bem-vindo à nossa equipe. Vamos trabalhar!”.

Sessão OAB
Na segunda-feira, dia 21, às 19h, no Teatro Atheneu, será realizada a posse solene dos novos representantes da OAB/SE. A cerimônia será direcionada à investidura da Diretoria do Conselho Seccional da OAB/SE, Diretoria da Caixa de Assistência dos Advogados, Presidência do Tribunal de Ética e Disciplina, Diretoria Geral da Escola Superior de Advocacia e Presidência do Conselho Estadual da Jovem Advocacia, para o triênio de 2019/2021.

Sem acessibilidade 1
De acordo com o vereador Lucas Aribé (PSB), o Espaço Zé Peixe não oferece acessibilidade para pessoas com deficiência. “O elevador não funciona, os painéis de informação não possuem Braille, no prédio encontramos piso tátil somente próximo da escada, o restaurante instalado não oferece cardápio em Braille e nem comandas individuais”, denunciou.

Sem acessibilidade 2
“Isso mostra um total desrespeito às normas estabelecidas para o funcionamento de locais turísticos, pois eles devem estar prontos para receber qualquer tipo de cidadão. Chamo a atenção do poder público no sentido de resolver urgentemente essa situação”, reforçou Lucas Aribé.

Medida administrativa
Por falar em OAB, o presidente Inácio Krauss de Menezes comentou com esta coluna que as medidas administrativas da nova gestão já estão sendo tomadas, a exemplo da redução da anuidade e da composição das comissões. “O advogado que quiser participar deve procurar a sede da OAB para manifestar o interesse”, disse.