23/01/2019 as 07:37

Dividida

Em Lagarto, grupo do deputado federal Gustinho Ribeiro deve apresentar candidato

Já o prefeito Valmir da Madeireira deverá enfrentar grandes problemas para viabilizar uma candidatura


Concessão 1
A concessão da BR-235, no trecho em Sergipe, só depende agora do Governo Federal. É que já foram concluídos os estudos realizados pelo Estado e tudo foi disponibilizado ao Ministério dos Transportes. A próxima fase é a licitação.

Concessão 2
Os estudos realizados indicaram que o tráfego na rodovia é nível “E”, ou seja, carece de duplicação. Além disso, a contagem do tráfego aponta para a viabilidade da concessão: são mais de 12 mil veículos por dia.

Dividida

Parece inevitável: em Lagarto a situação deverá mesmo sair dividida, pois o grupo do deputado federal Gustinho Ribeiro deve apresentar um candidato. O prefeito Valmir da Madeireira deverá enfrentar grandes problemas para viabilizar uma candidatura, devido às suas pendências judiciais – hoje ele estaria inelegível. Valmir aposta no nome do ex-vereador Carlos da Brasília, que parece não agregar muito e não desperta a simpatia da turma mais ligada a Gustinho Ribeiro.

Sem Carnatobias 1
Por recomendação do Ministério Público, devido à seca, não haverá Carnatobias 2019. Em reunião entre Ministério Público e Gestão Municipal, na manhã de ontem ficou decidido o cancelamento do tradicional Carnatobias 2019, que aconteceria nos dias 15, 16 e 17 de fevereiro.

Sem Carnatobias 2
No entendimento do Ministério Público, o grande fluxo de visitantes durante os dias de realização do evento ocasionaria um maior consumo de água, o que poderia comprometer o abastecimento para a população – sendo que a cidade já vive em racionamento devido à situação em que se encontra a barragem do Jabeberi. Sendo assim, o evento não deve ser realizado pela iniciativa pública e nem por terceiros.

Abusos
Preocupado com a situação de crianças e adolescentes matriculados nas escolas do município de Aracaju no tocante à prática de abuso sexual, o vereador Fábio Meireles (PPS) quer instituir um mês voltado ao atendimento direto desse público no ambiente escolar. Um projeto de lei de sua autoria cria no calendário escolar, o Mês Municipal de Acompanhamento Social, Psicológico e Terapêutico, com o objetivo de detectar todo e qualquer tipo de situação de abuso que acomete os estudantes e que, por razões diversas, não é denunciado.

Organizando 1
Passou despercebido por muitos, mas a Assembleia Legislativa de Sergipe aprovou, no fim do ano passado, uma reforma administrativa que vai gerar algumas mudanças nos gabinetes dos deputados. Uma delas diz respeito à quota que cada parlamentar possui para contratar assessores. O valor, que hoje é de aproximadamente R$ 50 mil, podia ser fracionado da forma que cada deputado entendesse – ou seja, o parlamentar poderia criar 50 cargos pagando R$ 1 mil a cada nomeado. Agora a coisa mudou.


Organizando 2
Com a reforma, há agora uma quantidade de cargos estabelecidos, inclusive com salários definidos. Com essas modificações, alguns serviços devem passar a ser contratados através de empresas, a exemplo das assessorias de comunicação. Como não foi criado o cargo de jornalista, cada deputado deverá buscar a contratação de empresa especializada na área para lhe atender. O mesmo pode acontecer com as assessorias
jurídicas.

Previdência 1
Entre as propostas para a reforma da Previdência que estão na mesa do presidente Jair Bolsonaro (PSL) estão algumas que incluem uma reforma mais ampla, atingindo estados e municípios. Como em Sergipe, muitos entes da federação estão vendo nos déficits previdenciários a maior dificuldade em governar. Entre as soluções que podem ser propostas estão o aumento da contribuição de ativos e inativos.

Previdência 2
Parece consenso no governo estadual que Belivaldo vai aguardar a proposta que será aprovada no âmbito federal, para só depois pensar em colocar algo em prática. A ideia é boa, porque além de evitar desgastes políticos deixaria o governo amparado pela legislação federal. O ponto negativo é que, até lá, o Estado seguirá, sabe-se lá até quando, sem solução para o déficit mensal de R$ 100 milhões na Previdência.

Estiagem 1
Ontem, o Governo do Estado de Sergipe iniciou a operação de abastecimento por meio de caixas d’águas fixas, localizadas em pontos estratégicos da sede de Tobias Barreto. Os reservatórios serão abastecidos por até 15 caminhões-pipa, em uma ação conjunta entre a Deso e a Defesa Civil Estadual, com apoio da Polícia Militar e da prefeitura.

Estiagem 2
A iniciativa do governo beneficiará cerca de 35 mil pessoas. Porém, conforme sinalizou o prefeito Diógenes Barreto (MDB) no início deste ano para o JC, em Tobias Barreto são 53 mil pessoas que sofrem com a estiagem que já perdura desde do segundo semestre do ano passado. Ou seja, a situação segue grave na região.

Adutora
De acordo com as informações do governo, a obra da Adutora de Itapicuru (BA) foi finalizada noúltimo dia 17. Atualmente em fase de testes, a nova estrutura foi construída como principal alternativa à estiagem que assola Tobias Barreto.

Hospital da PM
O deputado estadual Capitão Samuel (PSC) escreveu na rede social: “Estou encaminhando ofício ao nosso órgão auxiliar, Tribunal de Contas, para uma fiscalização urgente nas instalações do HPM. Hospital fechado e desperdício de dinheiro público com degradação de vários equipamentos hospitalares”.