21/03/2019 as 07:50

Atendimento

Vereador Elber Batalha (PSB) denuncia mal atendimento no Hospital Nestor Piva

De acordo com o vereador, uma criança diagnosticada com meningite recebeu alta.


Solto
O empresário Gildo Pinto Santos foi solto após decisão judicial. Ele foi preso juntamente com o prefeito de Lagarto, Valmir Monteiro, acusados de desvios de verbas do matadouro municipal. A Justiça pode decidir pela soltura de Valmir em breve – mas pediu o sequestro de uma propriedade do prefeito, a fazenda Passagem, avaliada em cerca de R$ 2 milhões.

Gatos
Durante apresentação das contas do Estado na Assembleia Legislativa, o governador Belivaldo Chagas voltou a cobrar fiscalização nos ‘gatos’ que desviam água da Deso e brincou. “Eu tenho dito que vamos dar fim aos gatos. Mas os da Deso, os gatos defendidos pela deputada Kitty Lima serão preservados”, disse, arrancando sorrisos de deputados da oposição e da base governista.

Previdência
Ao escancarar as contas do Estado na Assembleia Legislativa, o governador Belivaldo Chagas mostrou a disparidade de recursos destinados aos aposentados da Alese, Tribunal de Justiça e Tribunal de Contas. Somente com aposentados e pensionistas desses poderes, o Estado gastou mais de R$ 400 milhões nos últimos cinco anos, uma média de R$ 80 milhões por ano. “Essa conta não é nossa”, disse Belivaldo. Tem razão, governador!

Governo e prefeitura 1
Questionado sobre o posicionamento do prefeito Edvaldo Nogueira sobre o serviço da Deso e a tarifa cobrada pelo Ipesaúde, o governador foi direto ao responder que o Estado busca o entendimento, mas não cederá a pressões.

Governo e prefeitura 2
“Se Edvaldo está se sentindo prejudicado, está certo em acionar judicialmente a Deso, e a Deso que procure fazer as coisas com mais responsabilidade. Sobre o Ipesaúde, já conversei com o prefeito e com o diretor do órgão. Não dá para o Ipesaúde pagar a conta da prefeitura, mas dá para dialogar. Se o prefeito entender que não serve mais a prestação do Ipesaúde, ele procura outro serviço”.


Trabalho da Funcaju
O recém-empossado parlamentar na Câmara Municipal de Aracaju (CMA), Camilo Lula (PT), elogiou a confirmação de Cássio Murilo como presidente da Funcaju. Durante seu pronunciamento na sessão de ontem, ele elogiou o gestor por sua conexão com a juventude e por conseguir alavancar projetos como o “Quinta Instrumental” e “Ocupe a Praça”, iniciativas que democratizam o saber e a cultura.

TJ segue CNJ
O presidente do Tribunal de Justiça de Sergipe, desembargador Osório Ramos Filho, anunciou no final da tarde de ontem que cumpriu a liminar do Conselho Nacional de Justiça e fez o pagamento dos comissionados, adaptando-o ao que mandou o CNJ. CC2 foi atingido com um corte de 40% sobre a gratificação. “Houve redução no pagamento da remuneração dos servidores atingidos pela liminar do CNJ. Recalculamos todas as remunerações dos servidores, na forma que o CNJ entende como correta”, explicou.

Há reclamações
Aqueles ocupantes de Cargos Comissionados, os famosos CCs, que não foram reconvocados para trabalhar andam irritados com o governador Belivaldo Chagas. Dizem que não receberam indenizações proporcionais de férias e 13º salário.

Boquinha boa
Tem disputa por indicação para ocupar cargos comissionados do governo federal em Sergipe. Os membros da bancada federal, alinhados com o Palácio do Planalto, dispõem de listões. Há cargos de R$ 3,8 mil a R$ 18 mil. Mas há quem garanta que chega até R$ 22 mil.

Crise sindical
A crise que atinge entidades sindicais de trabalhadores se faz presente também em sindicatos e federações patronais de Sergipe. Há pelo menos um zum-zum-zum nesse sentido. Está difícil induzir os filiados a pagar as suas contribuições. Por isso, vem mais desemprego por aí.

Forte em SE
Tem grupos no PT querendo a saída da senadora Gleisi Hoffman da presidência do partido. Em Sergipe, não há movimentações pelo afastamento dela.

Atendimento 1

O vereador Elber Batalha (PSB) denuncia mal atendimento no Hospital Nestor Piva. “Recebi uma denúncia em que uma criança diagnosticada com meningite recebeu alta, ou seja, o atendimento de primeiro mundo que foi dito aqui pela secretária de Saúde na semana passada, fez uma criança com meningite receber alta”, comentou.

Atendimento 2
“A secretária Waneska veio aqui, pintou os céus e alguns colegas nossos vereadores pintaram a entrada do paraíso. Chegaram a dizer que o atendimento era de primeiro mundo, o outro sugeriu que cancelaria o plano de saúde porque era muito bem atendido pela Saúde Municipal. Que planeta é esse que eles vivem?”, indagou Elber Batalha.

Crise financeira 1
Ontem, o governador Belivaldo Chagas (PSD) explanou para os deputados e sociedade civil a situação fiscal de Sergipe. Na oportunidade, o gestor apresentou uma “combinação de fatores que fizeram com que se chegasse à situação de dificuldade de hoje”, conforme o próprio preferiu dizer na abertura.


Crise financeira 2
Ainda no início da abertura, Belivaldo Chagas chamou atenção inicial para a Previdência. “Déficit da Previdência cada vez mais crescente atingindo o seu pico em 2032. Portanto, vamos conviver com esse déficit, que tende a ser cada vez mais crescente, se não tomarmos as devidas providências”, disse para os parlamentares.


Situação fiscal
Além dos deputados e sociedade civil, os sindicatos se fizeram presentes durante a explanação. Professores, auditores fiscais, profissionais da saúde, policiais, bombeiros foram algumas das categorias que estavam para ver “com os próprios olhos” o cenário do cofre público.