08/05/2019 as 07:43

Calamidade

Gualberto diz que direita se manifesta para combater formas de pensamento

O vice-presidente da Alese fez duras críticas ao governo de Jair Bolsonaro, principalmente no que se refere a cortes de verbas em áreas sociais.


Fora da Câmara
A decisão judicial de ontem (veja manchete da página ao lado) praticamente mantém o vereador Cabo Amintas fora da Câmara de Aracaju. Isso porque o juiz acatou o pedido do MP e determinou que Amintas deve permanecer a uma distância mínima de 500 metros do vereador Josenito Vitale. Com isso, ambos não podem permanecer juntos em plenário. Amintas é acusado de pedir R$ 100 mil a Nitinho para não iniciar uma CPI e não fazer denúncias contra ele, na Tribuna da Câmara.

Sem fugas

Há dois anos e três meses não há fugas das unidades da administração penitenciária em Sergipe. “A nossa primeira meta foi a de estancar uma sangria de fugas de presos do sistema prisional e estamos há dois anos e três meses sem qualquer ocorrência de fuga nas unidades prisionais de Sergipe. Isso, sem dúvida, tem um impacto nos casos de homicídios e outros crimes violentos praticados no Estado”, avaliou o secretário da Justiça, Cristiano Barreto.

Menos homicídios 1
O Estado de Sergipe registrou o menor número de homicídios desde junho de 2011. É a menor quantidade de casos em 95 meses. Os dados fazem parte de levantamento feito pela Coordenadoria de Estatística e Análise Criminal (CEACrim) e foram apresentados ontem durante coletiva na Sala de Imprensa da Secretaria de Segurança Pública.

Menos homicídios 2
De acordo com os dados da CEACrim, de janeiro a abril de 2019 foram contabilizados 250 casos. Essa foi a menor quantidade de homicídios desde o mesmo período de 2011, quando a quantidade de ocorrências foi de 231, o que representa o quadrimestre com a menor incidência desse tipo de crime em oito anos.

Mulheres 1
O governador Belivaldo Chagas, acompanhado do presidente da Assembleia Legislativa, Luciano Bispo, e do procurador-geral de Justiça do Ministério Público, Eduardo Barreto D’Ávila, visitou ontem o Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (Caism), onde foi realizada uma festa em homenagem ao Dia das Mães. A ação foi promovida pelo governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde.

Mulheres 2
O governador fez questão de prestigiar a ação e mais uma vez acompanhar de perto o atendimento prestado às mulheres. “Nós estivemos aqui recentemente e determinamos algumas mudanças, alterações no sentido de melhorar e humanizar o atendimento a essas mães, a essas mulheres que vêm aqui em busca de um tratamento. Nós encontramos, no primeiro momento, uma situação realmente caótica, e a gente observa hoje que teve uma melhoria muito grande e a tendência é melhorar ainda mais, e é para isso que nós estamos trabalhando”, frisou.

UFS 1
O prefeito Edvaldo Nogueira se posicionou a favor das universidades públicas brasileiras, especialmente a Universidade Federal de Sergipe (UFS). Em mais uma conversa com os internautas, o gestor municipal fez duras críticas às declarações recentes do ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, que citou a universidade federal sergipana como exemplo de má aplicabilidade dos recursos, pela suposta falta de produção intelectual, o que não condiz com a realidade.

UFS 2
“Quero fazer um protesto pela maneira como o ministro atacou as universidades brasileiras. Quero dizer que a Universidade Federal de Sergipe merece nosso respeito e que foi, é e continuará sendo muito importante para o desenvolvimento do Estado. Eu mesmo sou fruto da UFS. Ingressei no curso de Medicina, mesmo sendo filho de uma família humilde, e se não fosse pela Universidade Federal de Sergipe eu não teria tido acesso. Como eu, milhares de pessoas ingressaram no ensino superior por causa da UFS, uma universidade que sempre se caracterizou pelo seu papel no desenvolvimento do Estado, formando profissionais competentes em diversas áreas. Então não é correto esse ataque”, constatou.

Calamidade 1
O vice-presidente da Assembleia Legislativa de Sergipe, deputado Francisco Gualberto (PT), fez duras críticas ao governo de Jair Bolsonaro, principalmente no que se refere a cortes de verbas em áreas sociais. Ele também anunciou apoio à moção de apelo que será apresentada pela deputada Maria Mendonça ao ministro da Educação, Abraham Weintraub, que promoverá cortes de verbas nas universidades públicas na ordem de 30% dos orçamentos.

Calamidade 2
“Mas irei dialogar com a autora sobre a possibilidade de ser uma moção de repúdio, porque o ministro já anunciou o corte de verbas. Já é uma realidade colocada pelo Governo Federal”, ponderou Gualberto. “Era uma manifestação expressa da ideologia da direita para combater formas de pensamento. Mas pegou tão mal junto ao mundo acadêmico que eles pioraram. Foi quando anunciaram que os cortes eram para todas as universidades, atingindo todos os cursos”, reforçou Gualberto.

PPP 1
O vereador Thiaguinho Batalha (PMB) conseguiu fechar uma parceria público privada (PPP) entre a Secretaria Municipal de Saúde e a clínica particular Unicat, em Aracaju. A proposta é que o local também atenda pacientes da rede pública, onde serão ofertados 30 exames gratuitos por mês, sendo divididos entre teste ergométrico, ecocardiograma e eletrocardiograma.

PPP 2
“Com esta
parceria, em que fomos o elo entre a clínica Unicat e a Secretaria Municipal de Saúde, estamos ajudando o
serviço público a desafogar os atendimentos nas unidades de pronto atendimento da cidade”, ressaltou o vereador Thiaguinho Batalha. A parceria futuramente ainda será ampliada para ofertar consultas.

Dona Mariá
Ontem, os deputados estaduais prestaram homenagem a professora Mariá Galrão de Almeida, conhecida como “Dona Mariá”, diretora do Colégio do Salvador, que faleceu na segunda-feira vítima de pneumonia, com um minuto de silêncio. Os parlamentares, como Georgeo Passos (Cidadania), destacaram o legado educacional deixado pela professora em Sergipe.