28/05/2019 as 08:00

Eleições

Eleição de 2020 nem chegou e já tem muita gente pensando em 2022

Por mais que neguem ou evitem falar sobre o assunto, os senadores Rogério Carvalho (PT) e Alessandro Vieira (PPS) sonham com a disputa, com a segurança de continuarem no Congresso, em caso de derrota.


Alianças
Todo mundo evita falar, mas o martelo já está praticamente batido: o MDB, PSD e PDT vão apoiar a reeleição do prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB). O PT tenta lançar candidatura tendo o PRB como vice e contando com o PSB dos Valadares na aliança. O caminho ainda é longo, mas hoje a tendência é essa.

Sem problemas
Houve análises de que um apoio dos Valadares poderia afastar o PT do governador Belivaldo Chagas (PSD). Mas há dois fatores: todo mundo sabe que em política apoio não se rejeita. E qualquer político entende isso. Ademais, corre à boca-miúda que Belivaldo não teria nada contra a aliança do PSB com o PT – desde que o PT não indique o vice. Isso sinalizaria uma aliança mais profunda. O PRB, que conversa visando indicação do vice de um candidato petista, vai gostar dessa informação.

Com Edvaldo 1
Sem contar com André Moura, o prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) aposta na aproximação com os deputados federais sergipanos para garantir recursos à capital – e também para fortalecer seu projeto de reeleição. Hoje, dos oito deputados federais eleitos pelo Estado, cinco apoiam a reeleição de Nogueira.

Com Edvaldo 2
Laércio Oliveira (PP) e Gustinho Ribeiro (SD) indicaram há pouco tempo secretários na gestão de Edvaldo. João Daniel (PT), graças ao prefeito, viu seu filho Camilo tomar posse como vereador da capital (com a convocação de Antônio Bitencourt para a Secretaria da Ação Social). Fábio Mitidieri (PSD) é o aliado de primeira hora de Edvaldo, tendo indicado dois secretários. E Fábio Henrique, cujo partido, o PDT, pode abrigar o próprio Nogueira.

MDB forte 1
Em entrevista ao JORNAL DA CIDADE, no último domingo, o ex-deputado federal Sérgio Reis, que assume a vice-presidência do MDB no fim do mês, afirmou que a direção estadual do partido deverá conversar com os deputados Garibaldi Mendonça e Zezinho Guimarães, que estão insatisfeitos e hoje pensam seriamente em deixar a sigla.

MDB forte 2
“Acredito que com a forma conciliadora de Fábio, junto com esse novo momento que será colocado em prática no partido, conseguiremos reverter qualquer possível saída da sigla”, avaliou Sérgio, que ainda avisou: o partido está em contato com dois novos deputados estaduais, que já disseram ter interesse em ingressar na agremiação. “Com isso, podemos chegar a cinco parlamentares na Casa”, disse Reis.

Eleições 1

A eleição de 2020 nem chegou e já tem muita gente pensando em 2022. Por mais que neguem ou evitem falar sobre o assunto, os senadores Rogério Carvalho (PT) e Alessandro Vieira (PPS) sonham com a disputa, com a segurança de continuarem no Congresso, em caso de derrota. Edvaldo Nogueira inegavelmente vai para a reeleição mirando o governo.

Eleições 2
A vice-governadora Eliane Aquino, se não for candidata em 2020 à Prefeitura de Aracaju, possivelmente estará no páreo – aliados próximos avaliam que o governador Belivaldo deve disputar o Senado. Os deputados federais Fábio Mitidieri (PSD) e Laércio Oliveira (PP) não escondem de ninguém o desejo de comandar o Estado. E há ainda o conselheiro Ulices Andrade, cujo filho, deputado estadual Jeferson Andrade é correligionário de Belivaldo e Mitidieri.

Eleições 3
Pela oposição, o ex-senador Eduardo Amorim continua comandando o PSDB, o que deixa clara a intenção de disputar mais um mandato. O ex-deputado André Moura (PSC), que muitos consideravam senador eleitor, é jovem e nem de longe pensa em deixar a política. Ele mantém uma equipe enxuta de assessores e continua trabalhando.

Governador
O prefeito Marcos Santana esteve com o governador Belivaldo Chagas pedindo investimentos para infraestrutura urbana e turística em São Cristóvão. Na ocasião, foram apresentados projetos de obras estruturantes para o município, a exemplo da recuperação da Rodovia João Bebe Água e a ampliação dos serviços do Hospital Senhor dos Passos.

Pró-Bolsonaro 1
No último domingo, dia 26, ocorreu o ato em favor do governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL). A mobilização foi feita através das redes sociais e reuniu movimentos liberais de direita de Sergipe. Considerado um evento apartidário, o encontro contou com a participação da Direita Sergipana, Brasil 200 e Instituto Liberal.

Pró-Bolsonaro 2
Em Sergipe, o Movimento Brasil Liberal (MBL) não integrou as ações, conforme o JC havia publicado na última edição do final de semana. O ato ocorreu no Mirante da 13 de Julho, na Avenida Beira Mar.

Cem dias
O senador Alessandro Vieira (Cidadania) avaliou positivamente os seus cem primeiros dias de trabalho no Senado Federal, completados no dia 12 de maio. “Mostraram que é possível fazer a diferença, conseguir um bom resultado, que gere impacto dentro do Senado, em termos de legislação e relatorias, mas também gera um impacto para o Estado de Sergipe. Começamos a viabilizar a vinda de recursos, de projetos e boas ideias”, disse.

Faltam prefeitos
Ontem, a Assembleia Legislativa foi palco do lançamento da Frente Parlamentar em Defesa dos Municípios. No Estado, temos 75 municípios, mas só e, somente só, 11 prefeitos estavam presentes na discussão sobre os repasses e até a reforma tributária. Será que faltam prefeitos em Sergipe?