12/06/2019 as 07:48

Exonerado

Diretor da Cohidro é preso na Operação Xeque-Mate

A Secretaria de Comunicação informou que o diretor está em período de férias e assim que retornar será exonerado do cargo de diretor Administrativo-Financeiro.


Parcerias
O Governo do Estado trabalha um projeto de parcerias público-privadas (PPPs). Devem ser enquadrados nele o centro de convenções, a Central de Abastecimento (Ceasa) de Itabaiana e o Terminal Pesqueiro de Aracaju.

Gás de Sergipe

Quando o assunto é exploração e uso de gás, Oliveira Júnior, da Casa Civil do Governo Estado, é quem encaminha as conversações, inclusive para atrair novos investimentos que pretendam fazer uso do produto. Ele é estudioso do tema e está atuando na área há mais de sete anos. 

Exonerado
Diogo Menezes Machado, diretor Administrativo-Financeiro da Cohidro e ex-prefeito da cidade de Carira, no Sertão de Sergipe, foi um dos sete presos na Operação Xeque-Mate, deflagrada ontem pela Polícia Civil e Ministério Público para cumprimento de dez mandados de prisão, busca e apreensão. A Secretaria de Comunicação informou que Diogo Machado está em período de férias e assim que retornar será exonerado do cargo de diretor Administrativo-Financeiro.

Indeferiu 1
O pleno do Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE-SE) indeferiu o agravo regimental interposto pelo senador Rogério Carvalho (PT) sobre o parcelamento da dívida de R$ 47.368,31. A quantia deve ser devolvida ao erário no prazo de cinco dias e é referente a irregularidades na prestação de contas das eleições de 2018, conforme a decisão da então juíza da corte, Dauquíria de Melo Ferreira – na época, relatora do caso.

Indeferiu 2
O valor cobrado do candidato se trata de restituição de verba de origem não identificada, o que, segundo a legislação eleitoral, deve ocorrer no prazo de cinco dias da decisão. Assim, o pleno do TRE-SE desaprovou o parcelamento e encaminhou os autos à Advocacia-Geral da União para que se realize a cobrança.

Pesqueiro 1
O deputado federal Laércio Oliveira (SD) conseguiu liberar hoje R$ 2 milhões para a finalização do Terminal Pesqueiro de Aracaju. Ainda faltam R$ 6 milhões. “Vou solicitar aos parlamentares da bancada para todos contribuírem com emendas e a gente poder contar com essa importante obra”, disse ele.

Pesqueiro 2
Em conversa ontem com o secretário de Aquicultura e Pesca, Jorge Seif Júnior, Laércio informou que defendeu que o Terminal Pesqueiro de Aracaju (o mais adiantado entre os 18 que estão inacabados, pelo país) deve ser tratado como prioridade. “Devido à falta de mais recursos da pasta, ele concordou que a concentração de forças da bancada é uma boa estratégia”, disse Laércio.

Organizando
O ex-deputado federal Valadares Filho, presidente estadual do PSB em Sergipe, diz que a sigla está em fase de organização na capital e no interior. “Tenho viajado muito aos municípios e conversado com lideranças também da capital”, disse ele, em conversa com a coluna. O presidente do PSB afirmou que a agremiação deve apresentar entre 12 e 15 candidatos a prefeito no interior de Sergipe, mantendo ainda uma participação efetiva nos 75 municípios sergipanos.

Definindo
Sobre enfrentar pela terceira vez uma candidatura à Prefeitura de Aracaju, Valadares Filho afirma que só pensa em decidir isso no próximo ano. Mas voltou a garantir que o seu PSB terá candidato a prefeito da capital, mesmo que não seja ele o nome. “Vamos contribuir para essa candidatura com muito diálogo e priorizando um projeto para a cidade. E os partidos que estamos ou vamos conversar são aqueles com que temos afinidade no programa”, disse o socialista.

Capacitação
A Fundação Verde Herbert Daniel realizará nos dias 13 e 14 de julho um seminário com o tema “Inovações Políticas e Ambientais e Formação de Candidatos Majoritários e Proporcionais”. O evento será executado em duas fases, sendo a primeira de capacitação referente às inovações de políticas ambientais e a preparação de prováveis candidatos para pautas como questões de preservação ambiental, qualidade de vida das futuras gerações e estimular a sociedade a desenvolver seu real papel junto aos temas levantados.

Na CMA 1
Ontem, os vereadores aprovaram 11 proposituras, onde oito são projetos de lei e três requerimentos. Ao todo, seis proposituras estavam em redação final, um em segunda votação, um em terceira votação e três em votação única.

Na CMA 2
Dos projetos aprovados em redação final estava o de nº 148/2018, de autoria do vereador Lucas Aribé (PSB), que institui o uso de bengala verde como meio adequado para identificar pessoas acometidas de baixa visão, e como instrumento de orientação e mobilidade.

Na CMA 3
Já o requerimento nº 186/2019, de autoria dos vereadores Seu Marcos (PHS) e Vinicius Porto (DEM), que pede à mesa na forma regimental urgência e dispensa dos interstícios regimentais, para discussão e votação do projeto de lei nº 168/2019, que dispõe sobre a contratação de pessoal por tempo indeterminado nos termos do inciso IX, Artigo 37 da CF, de autoria do Poder Executivo, foi aprovado com nove votos a favor, cinco contra e uma abstenção.

Copiar e colar
Ontem, ao ser questionado sobre a diferença dos projetos da Lei de Diretrizes Orçamentárias deste ano para o próximo, encaminhado pelo Governo do Estado, o deputado estadual Georgeo Passos (Cidadania) disse que não havia diferença no conteúdo. “Geralmente eles fazem o ‘ctrl+c’ com o ‘ctrl+v’ [copiar e colar]. E aí, lógico, a gente vai apresentar algumas emendas para dar mais transparência à execução orçamentária”, disse.