18/05/2017 às 16h10 - Política

Ana Lúcia vê relação de Aécio Neves com o narcotráfico

A deputada defendeu ainda que o Congresso Nacional viabilize a renúncia ou o afastamento do presidente da República, Michel Temer.

A deputada estadual Ana Lúcia (PT) ocupou a tribuna na Assembleia Legislativa para defender que o Congresso Nacional viabilize a renúncia ou o afastamento do presidente da República, Michel Temer (PMDB), em meio à crise política nacional, e defende que se promova no País “eleições diretas” para a população escolher seu presidente. A petista fez uma grave associação com o senador da República, Aécio Neves (PSDB), ligando-o ao narcotráfico.

 

Foto: Jadilson Simões

 

“A população brasileira foi surpreendida com as comprovações do envolvimento do senador Aécio Neves e não apenas pelo recebimento de dinheiro, mas o dinheiro que ele pediu para pagar advogados, na verdade, foi para a empresa proprietária do helicóptero, flagrado com tráfico de cocaína. É uma questão mais complexa. Está clara sua relação com o narcotráfico”, denunciou a petista.

 

Em seguida, Ana Lúcia lembrou que o presidente Michel Temer é acusado de ter cometido um crime e defende que o STF autorize sua cassação por supostamente financiar o “silêncio” do ex-deputado federal Eduardo Cunha (PMDB). “Eu já falando da fragilidade das nossas instituições. A população começou a reagir em São Paulo e em BSB. Agora é no Brasil inteiro”.

 

“Vamos nos unir à Força Sindical, CUT, UGT, Frente Sergipe Popular e outros movimentos para exigir democracia, eleições diretas já! Queremos a renúncia ou a cassação do presidente porque precisamos mudar o cenário do País. O povo tem o direito de escolher e vamos começar a nos mobilizar aqui no Estado”, completou.

Comentários

comments powered by Disqus