17/07/2017 às 08h19 - Belivaldo

“Discussão sobre férias do governador é miúda”

Belivaldo Chagas ainda rebateu comentário de Eduardo Amorim.

Na edição da última quinta-feira, 13, o senador Eduardo Amorim (PSC) afirmou que Sergipe está sem comando. O JORNAL DA CIDADE conversou ontem com o governador em exercício, Belivaldo Chagas (PMDB), para saber a opinião do gestor sobre tal declaração. Para Belivaldo, essa afirmação do senador é indevida e não corresponde à realidade.

 

Foto: ASN

 

“O governador Jackson Barreto tem conseguido, a muito custo, manter o Governo do Estado dentro dos limites administrativos capazes de não deixar as coisas desandarem, mesmo com as sucessivas quedas de receita do governo. Não é nada fácil administrar com essa crise e ele vem conseguido atravessar a tempestade”, disse Belivaldo.

 

Discussão miúda


Em relação à ausência do governador Jackson Barreto, que está em viagem particular, Belivaldo acha uma discussão muito miúda por parte de quem levanta essa questão. “Comentar férias de quem quer que seja, que é um direito de todos que trabalham, denota a estatura de quem comenta. Cada um dá o que tem. O governador, assim como qualquer trabalhador, tem o direito e precisa de um período de descanso. As férias existem para dar um refresco necessário aos trabalhadores, recarregar as baterias, o que é necessário para poder realizar um trabalho melhor”, explicou.

 

Comando e continuidade 


Esta não é a primeira vez que Belivaldo assume a administração estadual. Ele chegou a ficar no comando do Executivo por cem dias durante tratamento de saúde de Jackson. “O Estado tem tanto comando que o governador viajou tranquilo, pois confia e conhece a sua equipe de trabalho. Estou dando continuidade a tudo que foi planejado e combinado para entregar o governo para Jackson Barreto dentro das condições que ele deixou. Não paramos, basta acompanhar a agenda de inaugurações, visitas e despachos administrativos”.

 

Muitas obras 


Belivaldo também destacou o volume de investimentos em infraestrutura, saúde e educação e disse que criatividade e empenho tem sido a fórmula para administrar a crise econômica que atinge os Estados brasileiros.

 

“A oposição insiste em falar em falta de comando. Eu pergunto: um Estado sem comando realiza tantas obras em um só município como é o caso de Itabaiana, a exemplo do ginásio esportivo, da nova Ceasa e de todo saneamento? Sem falar na captação de empreendimentos importantes para geração de empregos e desenvolvimento, como a implantação da termoelétrica na Barra dos Coqueiros; nas escolas profissionalizantes inauguradas em Dores e em Socorro, interiorizando a educação profissional, capacitando nossos jovens para o mercado; nas obras do Prodetur e Proinvest. Em nenhum momento negamos a crise, mas também não ficamos lamentando. Nossa gestão arregaçou as mangas, otimizou a máquina. Temos buscado oferecer serviços públicos de qualidade e empreender com responsabilidade, criatividade”, finalizou o governador interino.

Comentários

comments powered by Disqus