11/01/2018 às 09h24 - Política

“Oposição precisa estar unida”, garante Amorim

Todos nós temos consciência que a oposição precisa estar unida para salvar Sergipe de todo esse descaso”, registrou.

Por: JornaldaCidade.Net

Assim como o deputado federal Valadares Filho (PSB), o senador Eduardo Amorim (PSDB) vem mantendo o mesmo discurso sobre a unicidade do agrupamento que faz oposição a Jackson Barreto (PMDB). Ontem, o parlamentar escreveu na rede social, em seu perfil pessoal, a reprodução dos pontos importantes da entrevista para o programa de rádio “Jornal da Ilha”. “Todos nós temos consciência que a oposição precisa estar unida para salvar Sergipe de todo esse descaso”, registrou.

 

De acordo com Amorim, o “combinado” com o bloco da oposição, que teria sido acordado em um almoço, conforme o JORNAL DA CIDADE publicou esta semana, é que deve ser definida a formação da chapa majoritária com brevidade. “Temos que definir o quanto antes, mas com calma. Com diálogo buscaremos os melhores nomes e os entendimentos. Entendo o posicionamento do deputado André Moura (PSC), bem como o do senador Valadares (PSB) em relação às definições”, pontuou.

Amorim acredita que a união da oposição pode “salvar Sergipe de todo esse descaso”. “Temos que apresentar os melhores quadros para a população. Regredimos muito na Saúde e não foi por falta de dinheiro e nem de profissionais. É falta de gestão”, analisou.

Durante a entrevista, o senador chegou a mencionar alguns pontos considerados críticos na gestão do governador Jackson. Para Amorim, o Governo do Estado não construiu o Hospital do Câncer “porque não quis”. “Preferiu deixar pacientes morrerem, como acontece todos os dias. Quem dá o remédio para tirar Sergipe da UTI é o povo”, disse.

Segundo o senador, o que o bloco da oposição anda fazendo é alinhando as prioridades 

“A oposição aponta o caminho. Mas só quem pode mudar o que aí está é o povo. Já havíamos combinado de conversar, pois entendemos que é o momento de iniciarmos o diálogo para buscarmos uma definição e passarmos para a população”, destacou.

Comentários

comments powered by Disqus