08/02/2018 às 15h27 - Política

Fiscalizar as obras públicas é um exercício de cidadania, afirma Emília

A vereadora destacou que, por meio de dispositivos legais de acesso à informação, o aracajuano precisa ficar vigilante acerca das ações da administração municipal.

A defensora pública e vereadora, Emília Corrêa (PEN), lembra que é um exercício de cidadania a fiscalização das obras públicas. Por meio de dispositivos legais de acesso à informação, o aracajuano precisa ficar vigilante acerca das ações da administração municipal.

 

Foto: César de Oliveira

 

De acordo com Emília, a fiscalização dos processos licitatórios, de contratações em geral e execução de obras pelo Executivo, deve ser uma atividade diária do cidadão aracajuano em benefícios da sociedade.“As pessoas estão encantadas com a grande quantidade de Ordens de Serviço, autorizando a recuperação da malha viária e obras em vários pontos da cidade, no entanto é preciso observar como estão sendo aplicados esses recursos em um ano eleitoral”, pontuou. 

 

Segundo Emília, praticamente toda semana a gestão municipal anuncia obras e serviços; seja de pavimentação, drenagem ou infraestrutura, esquecendo que existem ruas com mais de 30 anos sem nenhuma melhoria.“No Loteamento Barroso, por exemplo, existem ruas como a 32 anos sem nenhuma melhoria em infraestrutura. E entra Prefeito, sai Prefeito, e os moradores do local ficam na promessa. O benefício chega para alguns, enquanto outros, nada. É preciso transparência e respeito com os moradores da comunidade”, ressaltou.

 

Por fim, espera que as pessoas fiquem atentas a execução das obras, prazos e as empresas que estarão trabalhando nos serviços, cabendo a gestão colaborar ou facilitar o acesso as informações.  “Não se pode admitir que o dinheiro público seja usado sem transparência e comprometimento. A administração pública precisa facilitar as informações para que o cidadão exerça seu direito de cidadania”, finalizou.

Comentários

comments powered by Disqus