04/05/2018 as 09:00

Belivaldo diz que Finisa pode sair ainda este mês

Recurso precisa do aval da CEF e será destinado à reconstrução das estradas.


Com a saída de Jackson Barreto (MDB) do comando do Governo de Sergipe, restou para Belivaldo Chagas (PSD) manter a esperança de conseguir a liberação do Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa). Segundo o atual chefe do Executivo, o recurso, que precisa do aval da Caixa Econômica Federal, poderá sair no decorrer deste mês e será todo voltado para a execução de recuperação e reconstrução das rodovias estaduais.

                                 

Para o JORNAL DA CIDADE, Belivaldo Chagas assegurou que a prioridade que vem sendo dada nesse primeiro momento de gestão de pouco mais de um mês é para Saúde e Segurança Pública. “Sem desprezar as demais áreas. Claro que não pode ser diferente com a Educação”, relatou, destacando o trabalho que vem realizando com a equipe de primeiro escalão.


Pagamento de servidores


Belivaldo destacou ainda que as obras deixadas por Jackson Barreto estão em andamento. “Mas, se houver necessidade de paralisar uma ou outra em função da necessidade de fechar a folha de pagamento, isso será feito”, contou para equipe de reportagem do JC, minutos antes de participar da palestra sobre a reforma da lei de licitações realizada ontem, no Tribunal de Contas do Estado (TCE).


Expectativa Finisa


Além de dar andamento às obras, de acordo com Belivaldo Chagas, o governo continua realizando serviços nas rodovias estaduais. A espécie de paliativo nas estradas é uma forma de aguardar o recurso do Finisa ser aprovado e direcionado para as contas do Estado.


“Nós estamos fazendo operação tapa-buraco em função da dificuldade financeira que temos, mas ainda na expectativa da liberação dos recursos do Finisa. Se assinarmos esse contrato, com certeza teremos aí um volume de aproximadamente R$ 240 milhões só com estradas para recuperação e reconstrução”, frisou.


Apesar do imbróglio da liberação do Finisa perdurar desde o ano passado, Belivaldo acredita que há uma expectativa real do recurso chegar em breve ao Estado. “Ainda no decorrer deste mês”, acrescentou.