06/06/2018 as 15:13

Meia passagem

“O superintendente da SMTT mentiu" afirma Seu Marcos

O vereador também lamentou a Nota Oficial enviada à imprensa e postada pela Casa Legislativa.


“O superintendente da SMTT mentiuFoto: Gilton Rosas

Durante pronunciamento na Câmara Municipal de Aracaju (CMA), na manhã desta quarta-feira, 6, o vereador Seu Marcos (PHS) voltou a contestar a postura do responsável da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito de Aracaju (SMTT), que negou afirmar que a redução da passagem em 50% valeria no dia 3 de junho, domingo passado. O vereador também lamentou a Nota Oficial enviada à imprensa e postada pela Casa Legislativa.

 

“O senhor superintendente Aristóteles continua mentindo e sendo irresponsável com o povo de Aracaju. Nos encontramos na quarta-feira, 30, e ouvimos por diversas vezes da boca dele que a meia passagem ia ser implantada no domingo dia, 3. Infelizmente eu não gravei porque achei que estava conversando com um homem de palavra, de bem, mas me enganei. Ele não teve nem a hombridade de dizer que se equivocou. Preferiu chamar de mentirosos o vereador Isac e eu. Quem mente é você, superintendente!”, afirmou o vereador.

 

Ainda durante sua fala, o parlamentar repudiou a iniciativa do presidente da Casa Legislativa em enviar uma nota esclarecendo a polêmica, postura que foi elogiada pelos legisladores defensores da ideia. “Presidente Nitinho, o senhor não me representa e nem os demais parlamentares que votaram favorável ao projeto. Não é prerrogativa da Câmara dizer quando a Lei será implantada. A quem o senhor representa? Esse parlamento ou a SMTT? O senhor não teve humildade em saber dos demais vereadores o que estava acontecendo. A nota enviada estava errada, não leram a Lei n° 5.024, que não consta feriados como dizia o texto divulgado nela”, justificou o parlamentar.

 

Para finalizar, Seu Marcos completou, "As leis desse país são feitas apenas para os pobres. Porque nem a multa diária de mil reais por passageiro por descumprir a legislação a Setransp se preocupou. Se a multa fosse para os usuários, e lei já estaria funcionando. Estamos em junho e nada. Fui aos terminais de integração e ouvi da própria população que usa o transporte coletivo, os aracajuanos estão sendo lesados e querem a meia passagem aos domingos sim. Pagam caro por um sistema sucateado".