10/07/2018 as 09:01

Em Sergipe

Partidos devem deixar convenções para o último dia

Partidos sinalizaram que devem deixar para os últimos dias (ou horas) para revelar oficialmente as suas respectivas definições.


Partidos devem deixar convenções para o último diaFoto: Arquivo JC.

Segundo o calendário das eleições deste ano, aprovado e divulgado pelo plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), as convenções para a escolha dos candidatos a presidente e vice-presidente da República, governador e vice-governador, senador e respectivos suplentes, deputado federal, deputado estadual ou distrital deverão ocorrer entre os dias 20 de junho e 5 de agosto, conforme legislação. Em Sergipe, os partidos já sinalizaram que devem deixar para os últimos dias (ou horas) para revelar oficialmente as suas respectivas definições.


Conforme o JORNAL DA CIDADE vem acompanhando, até o momento nenhum agrupamento está com a composição da chapa majoritária pronta e definida. Falta nome para compor vaga para vice-governador, deliberação para composição da disputa no Senado Federal e, inclusive, o enigma para os cargos de deputado federal e estadual, por exemplo.


De qualquer maneira, os partidos já possuem uma ideia de quando poderão ser feitas as suas respectivas convenções. O diretório estadual do DEM, que possui Mendonça Prado como pré-candidato ao Governo do Estado, assegurou para o JC que irá realizar no último dia – ou seja, 5 de agosto – da legislação eleitoral. “Não definimos o horário, mas deverá ser no último permitido. Na verdade vamos fazer assim por uma estratégia do partido”, afirmou o secretário executivo da sigla, Augusto Aranha.


Além do DEM, o PSB também pensa em realizar a convenção no último dia da lei, 5 de agosto. “Possivelmente será nesse dia. Falta uma confirmação exa

ta”, disse o senador Valadares. Da mesma forma o PSDB respondeu: “A convenção partidária, provavelmente, será no dia 5 de agosto”.
Já o MDB, partido aliado ao pré-candidato ao Governo e atual governador Belivaldo Chagas (PSD), sinalizou que nada foi definido ainda. “Contudo, deveremos fazer um pouco antes da data final, pois tem muita gente que precisa de uma certeza para poder iniciar os preparativos da campanha”, disse Augusto Gama, integrante do MDB.


O JC também entrou em contato com o dirigente do PSD, Fábio Mitidieri, e do PT, Rogério Carvalho, mas até o fechamento desta matéria nenhum retorno para a equipe foi feito. Em contrapartida, o deputado federal André Moura, pré-candidato ao Senado Federal, assegurou que a definição partirá de Amorim. “Mas, provavelmente, no dia 5”, pontuou para o JC.

Dentro do período
Apesar da maioria dos partidos terem sinalizado que irão executar as convenções partidárias no dia 5 de agosto, o Rede Sustentabilidade afirmou estar com previsão de data para o dia 22 de julho. “Já comunicamos a nacional há quase três semanas”, comentou Dr. Emerson, presidente do diretório regional e pré-candidato ao governo.