09/08/2018 as 08:26

Política

Heleno acredita que Lula conseguirá transferir votos

Ex-deputado aposta que ex-presidente, ou seu candidato, terá votação grande.


Heleno acredita que Lula conseguirá transferir votosFoto: Assessoria Parlamentar

Caso se confirme a impossibilidade do ex-presidente Lula (PT) em ser candidato à Presidência da República, existe a probabilidade da indicação de alguém para substituí-lo nas urnas – tudo caminha para que Fernando Haddad (PT) seja esse substituto.


O ex-deputado Heleno Silva (PRB) acredita numa transferência em torno de 40% desses votos no Sertão. “Eu acho que Lula no interior, principalmente no Sertão, ele terá uma votação muito grande, na faixa de 80%. A transferência dele também deve ser alta, não deve ser nos mesmos padrões, mas é uma transferência, aí que eu acho que beira os 40%. As pessoas chegam a dizer que só vão votar se Lula for candidato, se não for, não votam», disse Heleno.


Ele aproveitou para destacar os benefícios do governo Lula para o Brasil, especialmente para os nordestinos – o que justificaria a preferência do eleitorado pelo petista. “Com os programas sociais eu pude ver pessoas comendo melhor, com a criação do Bolsa Família, inclusive eu estava lá deputado, encaminhei pela aprovação pelo meu partido. Eu vi a criação do Garantia Safra, que deu uma segurança, ainda que mínima, aos agricultores familiares que perdem a sua produção no Sertão”, pontuou o ex-deputado.


E continuou: “Eu vi a criação do Fies, do Prouni, a expansão das universidades. Me desculpe quem pensar o contrário, mas eu elogiei o governo Lula e bato palma sim, onde eu estiver. Eu, como nordestino, sergipano, acho justo”.

Bandeiras antagônicas 
Questionado sobre estar no mesmo palanque do deputado André Moura (PSC), que defende bandeiras antagônicas, Heleno explicou que continuará contrário, principalmente às reformas. “Sempre me posicionei contra essas reformas que, na verdade, são muito prejudiciais ao povo brasileiro. A reforma era necessária do ponto de vista técnico, mas não ir de encontro a quem trabalha, a quem produz. À reforma da Previdência sou contra, contra, contra. Não tem quem me faça”, anunciou Heleno.


E foi além: “Quando aceitei uma aliança com Eduardo Amorim para o governo, ele sabia dos meus pensamentos, das minhas ideias e vou debater esses assuntos com a sociedade. Se vai me prejudicar ou ajudar, só o resultado eleitoral é que vai dizer”, reforçou o ex-deputado.

Lula preso
Por último, Heleno fala sobre corrução e a prisão de Lula. “O pessoal acha uma injustiça Lula preso. Depois que eles viram aí tanta mala de dinheiro e só Lula que está preso, aí já viu, né. Na questão da corrupção, na cabeça de muitas pessoas, a classe política toda está sem muita moral para falar no assunto, dado aos quatro anos de escândalos que a gente está vendo aí na televisão”, finalizou Heleno Silva.