07/11/2018 as 09:11

"foi fundamental"

Aliados dizem que Edvaldo foi importante na eleição

Mitidieri afirma que prefeito teve papel fundamental em Aracaju.


Aliados dizem que Edvaldo foi importante na eleiçãoFoto: Agência Câmara

O deputado federal Fábio Mitidieri (PSD) declarou ontem que o prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) “foi fundamental” para a vitória do governador reeleito Belivaldo Chagas em Aracaju. Ele avaliou que após a entrada de Edvaldo o cenário eleitoral mudou a favor do governador, na capital. “Edvaldo deu ritmo e volume de campanha em Aracaju”, frisou.


“As pesquisas em Aracaju mostravam que o nosso candidato não estava muito bem. E, depois da entrada de Edvaldo, mudou o cenário e Belivaldo ganhou na cidade nos dois turnos”, afirmou o parlamentar, salientando que a vitória do governador reeleito foi resultado de um “somatório de forças de vereadores, líderes comunitários, deputados”- mas, ainda segundo ele, “não se pode negar a importância de Edvaldo na campanha”.


Segundo Mitidieri, em entrevista à rádio 103 FM, “o prestígio do prefeito na sociedade, diante dos resultados da sua gestão, foi fundamental” na capital. Deputado federal mais votado do Estado, Fábio Mitidieri salientou não estar desmerecendo os demais, mas frisou que “reconhecer a importância dos amigos e aliados não é demérito”. “É correto e justo”, frisou.


Capacidade administrativa
Ao fazer esta análise do pleito eleitoral, Fábio Mitidieri afirmou que Edvaldo faz “uma grande gestão, que está transformando Aracaju”. “É uma gestão pé no chão, honesta com a sociedade, com muitas obras e que já conseguiu fazer muito diante do que ele pegou da administração de João Alves. Edvaldo tem uma grande capacidade administrativa. Ele vai se sair muito bem nestes dois últimos anos e vai vir forte para a sua reeleição”, avaliou.

Fogo amigo
Ainda na entrevista, Mitidieri criticou aqueles aliados que já estão falando sobre as próximas eleições, a exemplo do senador eleito Rogério Carvalho. “São comentários desnecessários, falando em eleição de 2020 e 2022 e ocupação de espaços. Não é o momento. É preciso mais respeito ao eleitor. Nem assumiram os mandatos e já estão falando nas próximas eleições, é desnecessário. Primeiro tem que mostrar serviço, dizer a que veio e depois pensar em projetos maiores. Não é hora de ficar fazendo fogo amigo”, avisou.