08/11/2018 as 08:05

Iran Barbosa

“Pedido de aumento da passagem é abusivo”

Ainda sobre o assunto, Iran propôs, através de requerimento, a realização de uma audiência pública, no próximo dia 29.


Na tribuna da Câmara Municipal de Aracaju ontem, o vereador Iran Barbosa (PT) classificou o pedido de majoração da tarifa do transporte coletivo, feito pelo Sindicato das Empresas do Transporte de Passageiros de Aracaju (Setransp), como inoportuno e abusivo. Ainda sobre o assunto, Iran propôs, através de requerimento, a realização de uma audiência pública, no próximo dia 29.


“Sabemos que o pedido do Setransp não significa que será, necessariamente, o valor acatado pelo poder público municipal, mas indica um certo nível de pressão. A imprensa noticia que foi anunciado pelo prefeito que haverá concessão de reajuste, mesmo que não seja na proporção pedida”, afirmou.


Iran reforçou que não vai apoiar, novamente, o interesse econômico das empresas em detrimento do interesse da população, já que o povo trabalhador está sofrendo com as medidas antipopulares, que têm produzido desemprego, achatamento salarial e inflação. O parlamentar lembrou que Aracaju segue sendo uma cidade, entre as capitais brasileiras, com um alto valor de cobrança na passagem do transporte coletivo.

Audiência Pública
O vereador aproveitou para informar que protocolou na Divisão Legislativa da Câmara Municipal o requerimento nº 294/2018, que propõe que seja convocada e realizada uma audiência pública, no Plenário da Câmara Municipal, no dia 29 de novembro, para debater sobre a tarifa do transporte coletivo na cidade de Aracaju e região metropolitana.


“Sabemos que não podemos mais interferir diretamente na definição final do valor da tarifa das passagens, já que em 2017, com o meu voto contrário, os vereadores retiraram do Poder Legislativo a prerrogativa de apreciar e alterar o valor da majoração”, disse.


“Ocorre que toda vez que surge a proposta relacionada à tarifa do transporte coletivo, proponho um diálogo com toda a sociedade e a administração municipal para que haja um debate sobre o assunto de forma técnica. É o que estou propondo, mais uma vez, convidando a administração municipal, o Setransp e a sociedade para aprofundar a análise do tema”, acrescentou Iran Barbosa.