26/12/2018 as 12:16

Entrevista

“Preparamos o terreno, arrumamos a casa e agora vamos fazer muito mais”, garante Edvaldo

De forma transparente, Edvaldo falou sobre os avanços conquistados em diversas áreas, nos últimos 23 meses.


“Preparamos o terreno, arrumamos a casa e agora vamos fazer muito mais”, garante Edvaldo

O prefeito Edvaldo Nogueira fez um balanço dos dois anos da administração municipal em entrevista especial, concedida na manhã desta quarta-feira, 26, à rádio 102 FM. Por mais de duas horas, o gestor respondeu aos questionamentos dos apresentadores do programa Jornal da Xodó, Carlos Ferreira e Eduardo Carvalho, e dos ouvintes que interagiram por meio de mensagens. De forma transparente, Edvaldo falou sobre os avanços conquistados em diversas áreas, nos últimos 23 meses, a exemplo da regularização do salário dos servidores, questões ligadas a limpeza pública, mobilidade urbana e retomada de obras.

“Há dois anos atrás, faltando dias para assumir a Prefeitura de Aracaju, pedi a Deus de presente de Natal que me desse força e coragem para enfrentar os problemas da cidade. Eu sabia dos desafios, mas não imaginava que fossem tantos. Encontramos mais de R$500 milhões em dívidas, escolas em greve, lixo nas ruas, salários atrasados e servidores desmotivados, sem receberem o décimo e o salário de dezembro. Arregacei as mangas, e, de pronto, regularizei a folha. De lá para cá, não atrasamos um mês sequer. Completamos 27 folhas pagas em 23 meses, investindo mais de R$ 2 bilhões nos salários dos servidores”, destacou o prefeito, completando.

“Além disso, regularizamos a coleta de lixo, deixando a cidade limpa e bonita novamente, realizamos a licitação da limpeza pública e retomamos obras importantes cujos recursos foram deixados por mim, mas não foram executadas. Inaugurei a obra do Coqueiral, vamos inaugurar na próxima sexta-feira, dia 29, a infraestrutura do bairro 17 de Março, que era um grande sonho, e estamos executando intervenções no Moema Mary, Japãozinho, na canal 3 do Augusto Franco, no Barroso, Santa Maria, Pantanal e na Atalaia. Sem contar o canal Beira Mar que vai desafogar toda aquela região. Ou seja, estamos mudando a face de toda a cidade e isso me deixa muito feliz”, frisou.

Ao relembrar os esforços empreendidos para recolocar a administração nos trilhos, o prefeito destacou, também, as melhorias realizadas na Saúde e Educação, pastas definidas como prioridade para sua administração. “Na Educação, conseguimos regularizar a merenda, inauguramos duas escolas, implantamos a matrícula online, acabando com aquelas grandes filas, contratamos professores através de Processos Seletivos Simplificados, entre outras importantes ações. A Saúde também melhorou significativamente. Zeramos filas de alguns exames e especialidades, começamos a implantar o prontuário eletrônico nas unidades básicas, contratamos médicos, também por processos seletivos, e reabastecemos 80% da farmácia básica. Reconheço que ainda falta muito, mas já melhoramos bastante”, salientou.  

Edvaldo apontou, ainda, a dívida de R$ 550 milhões como um dos grandes gargalos encontrados, mas destacou que deste montante, já foram quitados R$ 440 milhões, restando para o próximo ano R$110 milhões. “Se não fosse por essa dívida, a cidade estaria ainda melhor, outra. Aracaju passou por um desgaste grande e isso exigiu de nós muito empenho para adotarmos medidas severas e conseguirmos recolocar as finanças nos trilhos. Trabalhamos com metas, com um projeto muito bem definido, que foi separado em três etapas, e o primeiro, de colocar ordem na casa, foi fundamental para os resultados que tivemos. Vamos virar o ano ainda com R$110 milhões, mas diante do que encontramos, já começamos a respirar”, explicou.

Durante a entrevista, o gestor do município aproveitou para agradecer aos deputados federais, que compõem a bancada sergipana, pela liberação do grande volume de recursos para Aracaju, por meio de emendas. Para Edvaldo o sucesso da gestão perpassa pela ajuda encontrada em Brasília. “Gratidão é a coisa mais importante no mundo, por isso agradeço ao deputado federal e líder do governo no Congresso Nacional, André Moura, pela ajuda na liberação de recursos, e aos deputados Laércio Oliveira, Fábio Mitidieri, João Daniel e Fábio Reis por colocarem emendas tão importantes para Aracaju. Agradeço, ainda, a bancada como um todo por colocar aquela emenda impositiva, no valor de R$62 milhões, que vai nos ajudar na realização de obras que vão mudar a zona Norte”, afirmou.