11/02/2019 as 08:43

Entrevista

“O PSD deve seguir com o prefeito Edvaldo”

O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PCdoB), conta hoje com o apoio de 18 vereadores. Quem garante é o próprio presidente da Casa, Josenito Vitale, o “Nitinho” (PSD). Esse apoio, segundo Nitinho, dá-se por conta das obras que o prefeito Edvaldo vem realizando em toda a cidade – inclusive nos redutos eleitorais de cada parlamentar. Nesta conversa com o JORNAL DA CIDADE, o presidente da Câmara avaliou que o PSD tende a apoiar uma reeleição do prefeito Edvaldo e ressalta alguns feitos administrativos, como a devolução de R$ 1 milhão para os cofres da PMA, o lançamento da TV Câmara em canal aberto e as tratativas para abertura do concurso público. Confira a seguir.


“O PSD deve seguir com o prefeito Edvaldo”Foto: César de Oliveira

JORNAL DA CIDADE - A eleição para a Presidência da Câmara continuará podendo ser realizada na legislatura anterior, com bastante antecedência? Isso pode ser modificado?
NITINHO VITALE - Na verdade, a reformulação do regimento interno, que está para ser aprovado em Plenário, também define essa questão. Quando nós antecipamos a eleição foi porque estava prevista no regimento interno, uma determinação que foi feita pela Mesa Diretora anterior da Câmara Municipal de Aracaju. Como tinha essa abertura, nós antecipamos a eleição. Mas já está proposto no novo regimento interno para se voltar ao normal e não existir mais antecipação da eleição da Mesa.

JC - A bancada governista possui uma maioria tranquila na Câmara hoje?
NV - Acredito que sim. Às vezes é um pouco tumultuada, mas o governo tem a maioria absoluta de toda a bancada na Câmara Municipal de Aracaju. São 18 vereadores que hoje apoiam o prefeito Edvaldo Nogueira.

JC - A Câmara é hoje subserviente à prefeitura? Os vereadores estão cumprindo seu papel de legislar e fiscalizar?
NV - Vejo isso com muita tranquilidade, porque já é um modelo nacional. Quem tem que responder isso é cada vereador que faz parte da bancada. Vejo isso com normalidade. Se os 18 vereadores estão apoiando o prefeito Edvaldo Nogueira é em virtude da sua administração, que vem mostrando diversas obras hoje em vários bairros de Aracaju e que atendem comunidades onde esses vereadores residem. Palhaço Soneca mesmo, que luta para fazer o canal do São Carlos, como ele vai conseguir fazer esse canal se for oposição ao prefeito Edvaldo Nogueira? Então é natural que isso aconteça. Se ele for oposição não significa que o prefeito não irá fazer o canal, mas como aliado ele ganha o mérito de estar ao lado do prefeito que atendeu o pleito para que a obra seja feita, como Fábio Meireles, que defendia a realização de diversas obras no Moema Mary e na Soledade. Então tudo que for feito ali agrega para o vereador que é aliado do prefeito Edvaldo Nogueira e está sempre defendendo melhorias para a sua comunidade. Bigode do Santa Maria também: são mais de 78 ruas que estão sendo pavimentadas naquele bairro, ganhou uma escola e em breve terá mais um posto de saúde, além da maternidade que está sendo construída no 17 de Março. Esse é um dos muitos papéis do vereador, intermediar junto ao prefeito para que os anseios da sua comunidade sejam atendidos.


JC - Há também na Câmara a reclamação de que os projetos do Executivo tramitam de forma rápida, enquanto os dos vereadores se arrastam. Por que isso acontece?
NV - Todos os projetos tramitam de forma rápida. Geralmente, os projetos do Executivo chegam de última hora e nós mudamos até uma regra, pois o projeto chegava e era colocado na pauta de votação no mesmo dia, e agora é dado um prazo de dois ou três dias, para que os vereadores possam estudar o projeto. Passa pela Comissão de Justiça para ser analisados os dados e receber o parecer e depois é que o projeto vai ser votado no Plenário. É natural que, quando são projetos, a exemplo dos que tratam de empréstimos que vão ajudar a população de Aracaju, sejam agilizados. São proposituras importantes que chegam para ser discutidos na Câmara de Vereadores e por isso que eles têm um andamento mais rápido. Não é que os projetos dos vereadores não tenham prioridades, é tanto que em 2018 foram 4.351 proposituras aprovadas, entre projetos de lei, projetos de decreto legislativo, indicações, requerimentos e indicações, dentre outros.

JC - Com a chegada de mais um vereador, José Valter, o PSD passa a ser o maior partido na CMA. Qual a importância que o PSD terá na eleição para o próximo ano?
NV - O PSD é fundamental em qualquer discussão de sucessão municipal ou estadual atualmente em Sergipe, até porque é um partido hoje consolidado, pois temos lideranças muito fortes aqui no Estado, que é o deputado estadual Jeferson Andrade, presidente do diretório estadual do partido, e seu pai Ulisses Andrade; o deputado federal Fábio Mitidieri, que é a liderança municipal do PSD em Aracaju, que vem cuidando com muita bravura desse partido, um homem de muito compromisso que vem trabalhando bastante para o fortalecimento desse partido junto com o agrupamento dos Andrades. Ficamos muito felizes em ver o partido como está atualmente. E é natural que, no momento que cresce a bancada, que o nosso partido se fortalece a cada dia, está ainda mais credenciado a participar ativamente nas discussões do pleito para 2020.

JC - O PSD pensa em lançar candidato próprio à Prefeitura de Aracaju ou já definiu apoio a Edvaldo? O PSD pode apoiar um candidato que não seja Edvaldo Nogueira?
NV - Nesse primeiro momento tudo corre o caminho da eleição passada, quando nós apoiamos o prefeito Edvaldo Nogueira. Acredito que nessa eleição, nesse momento atual, o PSD vai seguir com o prefeito Edvaldo Nogueira, como fez em 2016.

JC - Há grande expectativa sobre o concurso da Câmara. Existe um prazo? Quando finalmente pode sair esse concurso?
NV - Nós estamos voltando agora no mês de fevereiro com os trabalhos legislativos e o primeiro projeto a ser votado será o novo organograma da Câmara Municipal de Aracaju. Após a aprovação dele pelo Plenário, vamos abrir o processo para fazer o concurso público para o Parlamento Municipal.

JC - Há muito tempo a Câmara divulga que trabalha na organização do organograma. Isso é tão complexo assim, para demorar tanto?
NV - Não é só questão de complexidade, e sim que existe uma tabela salarial dos servidores atuais que está defasada, e está sendo criada a nova para os futuros servidores. Existe um embate muito grande acerca deste assunto e por isso que teve essa demora. Quem paga os aposentados da Câmara Municipal hoje é a Prefeitura de Aracaju, então ela também faz parte da discussão dessa aprovação do novo organograma.

JC - Para quais cargos deve ser realizado concurso? Há previsão de vagas?
NV - Por enquanto não temos previsão de quantidade de vagas e estamos definindo quais as áreas que vamos disponibilizar para o concurso público.

JC - Quais o senhor avalia que foram os seus principais feitos na Presidência da Câmara?
NV - Nós temos alguns feitos importantes, criamos o primeiro pregão eletrônico na Câmara Municipal de Aracaju, pois é a primeira Câmara do Estado que tem pregão eletrônico e dá total transparência nas compras para a nossa Casa Parlamentar. Nós criamos a Escola do Legislativo e estamos devolvendo aos cofres públicos da Prefeitura de Aracaju, agora no mês de fevereiro, cerca de R$ 1 milhão. Lançamos também a TV Câmara de Aracaju em canal aberto, dando ainda mais transparência aos trabalhos desenvolvidos pelos parlamentares. Ainda falando em transparência, o site da Câmara Municipal de Aracaju migrou para a plataforma Intelegis, fortalecendo o acesso às informações, por parte da população em geral, e isso melhorou inclusive a nota da avaliação feita pelo Tribunal de Contas do Estado de Sergipe. Foi feita a reformulação do regimento interno e do organograma da Casa. E estamos trabalhando para poder realizar o grande sonho dos vereadores que é construir o prédio próprio da Câmara Municipal de Aracaju, cujo projeto já está pronto.

JC - Quais são as suas metas para os próximos dois anos?
NV - Entre as minhas principais metas está a realização do concurso público, assim que for aprovado pelo Plenário o novo organograma da Câmara. Também quero colocar em Plenário para votação o novo regimento interno da Casa, que foi construído por vereadores de situação e oposição. A construção de um novo prédio também está entre os meus principais objetivos, pois é necessário para que possamos oferecer uma melhor estrutura de trabalho, tanto aos vereadores quanto aos servidores da Casa, além de receber melhor a população e autoridades.

JC - O senhor acha que haverá renovação na Câmara, na eleição de 2020? O que a população está procurando num político?
NV - Acredito que essa mudança do cenário político já vem acontecendo nas últimas eleições. O povo tem procurado políticos íntegros, que estejam sempre em contato com a comunidade, ouvindo os pleitos e defendendo a realização de melhorias por parte da administração municipal, em prol da população como um todo. O povo cobra mais a participação do político que elegeu e nessa escala o vereador é aquele que está mais próximo da população. Vejo essa exigência e mudança com naturalidade.











Quer receber as melhores notícias no seu Whatsapp?

Cadastre seu número agora mesmo!

Houve um erro ao enviar. Tente novamente mais tarde.
Seu número foi cadastrado com sucesso! Em breve você receberá nossas notícias.