28/02/2019 as 08:41

QUASE O DOBRO

Aracaju tem 648 mil habitantes e 1,1 milhão de cartões do SUS

Vereador Seu Marcos defende o recadastramento da população através do título de eleitor


Aracaju tem 648 mil habitantes e 1,1 milhão de cartões do SUSFoto: César de Oliveira

O presidente da Comissão de Saúde da Câmara de Aracaju, vereador Seu Marcos (PHS), afirmou ontem que o número de cartões do SUS registrados no município é maior que o número de habitantes. Ele defende o recadastramento da população através do título de eleitor.


Ao parabenizar a postura do prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) em reconhecer as dificuldades e falhas enfrentadas pela pasta, o vereador explicou que a capital tem atendido cidadãos de outras cidades, fator que certamente contribui para o aumento do caos instalado no município. Ele ressaltou também o empenho do gestor em buscar soluções junto à Secretaria Municipal de Saúde (SMS).


“De acordo com dados do IBGE, a estimativa populacional para Aracaju é de 648 mil habitantes. Hoje os cartões registrados pela SMS ultrapassam 1,1 milhão de usuários no Sistema Único de Saúde (SUS). Isso significa que a superlotação não é em decorrência apenas dos aracajuanos. Precisamos recadastrar. Conversei com Edvaldo, ele está empenhado em solucionar o caos instalado na saúde”, defendeu.


“Quem acompanha meu mandato sabe que eu sou coerente e defendo uma saúde de qualidade para os aracajuanos. Parabenizo o prefeito por usar suas mídias sociais e a imprensa para comunicar e reconhecer publicamente as falhas de sua gestão. É muito difícil uma autoridade vir a público e detalhar os obstáculos encontrados na administração”, explicou o parlamentar.


“Peço que não façam politicagem com a pasta. Não podemos torcer pelo quanto pior, melhor. Isso é ser contra o povo. A postura de tentar resolver é louvável. Acertada. Todas as vezes que o administrador acertar, vou utilizar a tribuna para parabenizá-lo. Da mesma forma vou questionar, quando errar. Porque eu torço por quanto mais, melhor”, disse o legislador à população.