01/03/2019 as 08:09

Dívidas

Ministério Público de Contas aponta problemas no Cirurgia

Na sessão com o colegiado, Bandeira de Mello viu com preocupação o cenário da unidade


Ministério Público de Contas aponta problemas no CirurgiaFoto: André Moreira/Arquivo JC

Ontem, durante sessão na Corte do Tribunal de Contas do Estado (TCE), o Ministério Público de Contas destacou que, apesar dos esforços que vêm sendo feitos, a situação do Hospital Cirurgia ainda é considerada como “complicada”, pois dívidas continuam existindo, o que impossibilita a direção de firmar novos convênios.


De acordo com o procurador-geral João Augusto dos Anjos Bandeira de Mello, o Fórum Permanente de Combate à Corrupção de Sergipe (Focco/SE) definiu que a primeira deliberação seria com a interventora do Hospital Cirurgia, “onde foi mostrada a situação do local e da Oncologia como um todo, tendo boas e más notícias”, comentou.


Na sessão com o colegiado, Bandeira de Mello viu com preocupação o cenário da unidade. “Está melhorando, pois está colocando muitas coisas em dia, como pagamento. Mas ainda há situações específicas sobre os convênios que não tinham sido prestados contas que geram dívidas e impossibilidade de firmar novos convênios”, pontuou.


Segundo Bandeira de Mello ilustrou ontem na sessão, haveria a possibilidade de o Estado ter mais dois aceleradores lineares em funcionamento. “Se o bunker estivesse instalado, poderia conseguir um acelerador, pois o Ministério da Saúde mandou o dinheiro”, salientou.


Porém, apesar das más notícias sobre o cenário da unidade de saúde, Bandeira de Mello vê com confiança o empenho dos gestores em buscar soluções para melhorar a Oncologia do Estado. “Até parcerias com o Hospital de Barretos, por exemplo. Há uma esperança de que até o ano que vem possa finalizar essa situação de radioterapia do Hospital Cirurgia, que hoje é inexistente porque o único aparelho que tem já desistiram de consertá-lo”, acrescentou.

Saúde Aracaju
Inclusive, sobre o cenário, ontem o neurologista Rilton Moraes, diretor Técnico do Hospital Cirurgia, disse que a Prefeitura de Aracaju é “a principal responsável pelo caos na saúde pública”.


“A Saúde de Aracaju é o câncer do Hospital Cirurgia”, desabafou o especialista, durante entrevista para o programa de rádio “Jornal da Fan”.