05/06/2019 as 16:10

JUSTIÇA

Deputada Goretti Reis é condenada por improbidade administrativa

Parlamentar teria usado Instituto de Identificação Pessoal de Sergipe para autopromoção


A juíza Carolina Valadares Bitencourt, da 1ª Vara Cível de Lagarto, condenou a deputada estadual Goretti Reis (PSD) por improbidade administrativa. Segundo o Ministério Público Estadual (MPE), que ajuizou a ação, a parlamentar teria se autopromovido por meio do Instituto de Identificação Pessoal de Sergipe.

A denúncia do MPE diz que Goretti Reis associa as atividades desenvolvidas pelo instituto à própria imagem e transforma "em verdadeiro palanque o programa itinerante do Governo destinado à emissão de documentos, tendo sido publicadas várias fotografias da deputada em panfletos e sites que veiculavam o programa, ao lado da insígnia do Governo do Estado”.

A Justiça condenou a ré a pagar cinco vezes o valor de sua remuneração como deputada estadual. Os direitos políticos da parlamentar sergipana também foram suspensos por três anos. Goretti Reis também é condenada a perder a função pública que ocupar quando a ação transitar em julgado.

A assessoria de comunicação da parlamentar ainda não se pronunciou sobre o assunto, está aguardando a assessoria jurídica.

 

Foto: Jadilson Simões