10/07/2019 as 08:18

Nesta quarta-feira

Belivaldo vai se reunir com comissão da empresa

Sergipe oferece incentivos para empresa que pode deixar Alagoas.


Belivaldo vai se reunir com comissão da empresaFoto: ASN

Hoje, em Aracaju, o governador de Sergipe, Belivaldo Chagas (PSD), vai se reunir com uma comissão da Braskem, liderada por Roberto Bischoff, vice-presidente da petroquímica. Vai entrar em pauta a saída da empresa de Alagoas para atuar no solo sergipano, explorando salgema e usando parte da produção de gás produzido no Estado. Mas não será nada fácil para Sergipe atrair a Braskem.

O Governo de Alagoas cobra responsabilidade da indústria para que ela volte a operar, e possíveis indenizações às famílias prejudicadas pela sua atuação em Maceió, que teria provocado erosões em vias públicas e atingido imóveis. O secretário da Fazenda de Alagoas, George Santoro, disse para a Gazeta de Alagoas que há interesse do Estado em manter a empresa operando lá com responsabilidade e destacou inúmeras vantagens para a Braskem permanecer.


Sergipe propõe, entre as vantagens, matéria-prima barata a ser produzida a partir de 2023 no Estado. A Braskem ainda poderia contar com incentivo do Programa Sergipano de Desenvolvimento Industrial (PSDI), que prevê que companhias interessadas em investir em Sergipe podem contar com uma redução de 92% no ICMS que teriam que recolher até 2032, conforme revelou o secretário de Desenvolvimento de Sergipe, José Augusto Carvalho.


A reunião desta quarta-feira, em Sergipe, é a primeira com a Braskem e ocorre logo depois de o Estado ter enviado um convite formal para a Braskem analisar uma série de vantagens oferecidas para que a empresa se instalasse por lá. Entre as vantagens, segundo as assessorias do governador e da Braskem, estão o bom ambiente de negócios, a receptividade das autoridades em relação a novos investimentos, incentivos fiscais e disponibilidade abundante de matéria-prima.

 

Na bacia Sergipe-Alagoas, a Petrobras fez a descoberta de seis campos de gás natural e alimenta-se a esperança de que seja capaz de produzir 20 milhões de m³ por dia do produto (com dados da GazetaWeb).











Quer receber as melhores notícias no seu Whatsapp?

Cadastre seu número agora mesmo!

Houve um erro ao enviar. Tente novamente mais tarde.
Seu número foi cadastrado com sucesso! Em breve você receberá nossas notícias.