11/09/2019 as 08:16

INSTALAÇÃO

Deputados cobram CPI da Pedofilia na Alese

Segundo o autor da proposta, Dr. Samuel Carvalho (Cidadania), já se passou um mês e 15 dias e até o momento nenhuma sinalização foi dada.


Ontem, os deputados estaduais cobraram da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa a leitura do requerimento que pede a criação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pedofilia, que vai investigar os casos de abuso sexual contra crianças e adolescentes em Sergipe. Segundo o autor da proposta, Dr. Samuel Carvalho (Cidadania), já se passou um mês e 15 dias e até o momento nenhuma sinalização foi dada.


Durante o expediente na Casa Legislativa, os deputados, principalmente da oposição, fizeram uma cobrança para saber como está o andamento do requerimento da CPI da Pedofilia e cobram uma atenção para o tema. A deputada Kitty Lima (Cidadania), por exemplo, aproveitou o uso da Tribuna para alertar sobre os crescentes casos que acontecem no Estado e a preocupação referente às políticas públicas.


Além de Kitty, o deputado Georgeo Passos (Cidadania), líder da oposição, chamou atenção com relação à demora para a instauração. O parlamentar alertou que nem a leitura do requerimento foi feita. “Imagine no dia que for preciso instaurar uma CPI para fiscalizar alguma secretaria, como irá demorar”, criticou na tribuna. Na oportunidade, também reforçaram a necessidade da urgência Rodrigo Valadares (PTB), Zezinho Guimarães (MDB) e Garibalde Mendonça (MDB).


De acordo com Dr. Samuel Carvalho, 17 deputados assinaram o requerimento. “Na época alguns colegas não estavam na Casa, mas acredito que seja consenso dos 24. Afinal, é um crime bárbaro que vem afetando toda a sociedade. Só nesse final de semana foram registrados cinco casos de pedofilia e a gente precisa debater o tema. Por isso apresentamos esse requerimento, inclusive outros estados também já abriram”, contou.


Ainda segundo Dr. Samuel, é preciso identificar os casos para contribuir com o Poder Executivo e propor a realização de levantamentos estatísticos com vista a subsidiar toda rede de proteção das crianças e adolescentes. “Há denúncias de crimes cibernéticos de uma rede de pedofilia envolvendo o Estado de Sergipe e vamos apurar também”, relatou.


Sobre as assertivas dos parlamentares referente à demora na instauração, o deputado Luciano Bispo (MDB), presidente da Casa Legislativa, assegurou que será lido. “A Assembleia está com muita calma. A CPI tem que ser pensada direitinho. Ninguém é contra, mas as coisas têm que ser feitas com calma. Temos só que ter cuidado com tudo que acontece”, reforçou.

 

 

 

| Reportagem: Mayusane Matsunae

|| Foto: Divulgação