10/10/2019 as 10:16

PISO SALARIAL

PT defende política de valorização do salário mínimo

Senador Rogério Carvalho fez críticas à LDO aprovada no Congresso

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA

No Congresso Nacional, a oposição intensificou a discussão sobre a valorização do salário mínimo. O vice-líder do PT no Senado, senador Rogério Carvalho (PT/SE), defendeu a política de valorização do piso salarial como caminho para garantir que as famílias tenham o mínimo de dignidade. “É importante dizer que o salário mínimo foi responsável pela mudança de um indicador que mede as distâncias entre ricos e pobres no Brasil. Que só com essa política é que podemos reverter este quadro”, destacou o senador.

Apesar dos intensos debates, o Congresso Nacional aprovou ontem o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO – PLN 5/2019) para 2020. O texto segue para sanção do presidente da República. A LDO foi aprovada em agosto pela Comissão Mista do Orçamento (CMO) e mantém a proposta original do Poder Executivo de reajuste do salário mínimo para R$ 1.040 em 2020, sem ganhos reais com relação à inflação.

A crítica à política de cortes do ministro Paulo Guedes também esteve no discurso do Senador Rogério Carvalho no Congresso Nacional. “A economia do Brasil só viu a ação do ‘Guedes mãos de tesoura’. Do corta-corta. A gente não viu nenhum tipo ação no sentindo de estimular, de promover o crescimento econômico com políticas redistributivas”, falou o parlamentar.

Ele ainda reiterou a necessidade de fazer o Brasil voltar a crescer através de um salário mínimo justo. “Defendemos uma emenda para garantir que o Brasil volte a crescer, para garantir que as famílias voltem a sonhar com um futuro melhor e ter, acima de tudo, aquilo que está cravado na nossa Constituição que é o direito à dignidade humana”, conclui.