14/10/2020 as 08:59

PREPARAÇÃO

2ª Zona Eleitoral discute planejamento para eleições

O plano engloba a véspera (14/11) e o dia das eleições (15/11), bem como a véspera (28/11) e o dia do segundo turno (29/11), se houver

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA

Na última quinta-feira, 8, a juíza da 2ª Zona Eleitoral do TRE-SE, Jane Vieira, promoveu uma reunião para expor, avaliar e debater os detalhes do planejamento estratégico que deverá ser posto em prática na 2ª Zona durante as Eleições 2020.

O plano engloba a véspera (14/11) e o dia das eleições (15/11), bem como a véspera (28/11) e o dia do segundo turno (29/11), se houver. Entre os pontos abordados, destaque para a segurança policial, transportes das urnas, remanejamento de seções, gerador de energia elétrica, suporte ao eleitor e a instalação de barreiras de controle de pessoal e trânsito nas ruas que dão acesso direto ao Fórum Des. Aloísio Abreu Lima, onde funcionará uma das centrais de apuração.

De acordo com o mapa apresentado no encontro, devem ser instaladas três barreiras de trânsito. Uma na Rua Itabaiana com Barão de Maruim; outra na Itabaiana com Senador Rollemberg; e uma terceira na esquina da Rua Dom José Thomas com Senador Rollemberg, esta última para o controle e orientação da circulação local. “Ficou decidido que, no dia da eleição, somente o pessoal autorizado e moradores da região poderão passar pelas barreiras da Rua Itabaiana, que dão acesso ao Fórum. Já a barreira de controle – da Rua Dom José Thomas – funcionará como ponto de orientação de acesso ao Cartório Eleitoral.

Só passarão pelas barreiras as vans conduzindo as urnas”, explica a chefe de cartório Luciana Tavares. No dia da eleição, a Rua Itabaiana, entre a Av. Barão de Maruim e Rua Senador Rollemberg, terá trânsito livre até as 14 horas, e restrito após este horário. Segundo a magistrada responsável, “há um grande fluxo de circulação de pessoal credenciado, não-credenciado, imprensa e candidatos, entre outros. Devemos conduzir todo o processo objetivando evitar aglomerações, devido à pandemia da Covid 19”, afirma a juíza Jane Vieira.

A promotora Gláucia Queiroz, que atua perante a 2ªZE, destaca que “entre 17h e 17h30 o volume de gente que entra e sai do local de apuração é intenso, de modo que é preciso adaptar a logística para atender às recomendações sanitárias”.

Segundo ela, deve-se dispensar ainda mais atenção neste momento. Além dos cuidados com o trânsito, resultado da ação conjunta entre a Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) e Polícia Militar, ficou acordado também que policiais militares darão apoio ao transporte de urnas, escoltarão e darão segurança aos Administradores de Prédio e aos funcionários do TRE responsáveis em conduzir as mídias que contém os votos até a Central de Apuração, logo após a conclusão da votação nas seções.

Para isso, o coronel Stênio Gonçalo garantiu a presença de policiais nos pontos de votação, durante o trajeto e nas barreiras de acesso ao fórum. Durante a reunião, expôs-se os detalhes que foram pensados e já estão sendo implementados para atender os 11 polos que compõem a 2ª Zona Eleitoral – Dez em Aracaju e um na Barra dos Coqueiros. São 78 locais de votação, 437 seções eleitorais e por volta de 170 mil eleitores envolvidos no processo. Participaram do encontro a juíza eleitoral Dra. Jane Silva Santos Vieira, a promotora eleitoral Gláucia Queiroz de Morais, a engenheira civil Ana Amélia, a apuradora de eleição Andrea Melo, o responsável pela segurança do Fórum Ricardo Ninck, o comandante das Operações e Planejamento Estratégicos da Segurança Pública da Polícia Militar tenente- -coronel Stênio Gonçalo dos Santos, e o major Alexandre.