22/01/2021 as 08:09

FESTA DE MOMO

Carnaval: Belivaldo só vai anunciar na próxima semana

Governador quer analisar números da pandemia até a próxima sexta-feira

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA

Em entrevista coletiva realizada no fim da tarde de ontem o governador Belivaldo Chagas (PSD) anunciou que só na próxima sexta irá informar sobre a manutenção ou não do ponto facultativo durante o período do Carnaval. Ele ainda disse que até lá será também publicado um decreto normatizando os eventos da folia de momo em Sergipe. “Será um decreto forte, no sentido de proibir qualquer evento carnavalesco”, falou Belivaldo.

O governador explicou ainda que será criada uma força-tarefa que terá como objetivo coibir qualquer evento carnavalesco. Sobre o tão esperado “feriado”, Chagas ainda explicou: “Só na sexta da próxima semana vamos ter a decisão se será feriado ou ponto facultativo, queremos observar essa curva de mortos e contágios dos próximos dias”, disse ele, lembrando que na verdade não há feriado, e sim ponto facultativo.

Abrindo a coletiva mostrando preocupação com o crescimento do número de internações e de mortes em decorrência de complicações geradas pela Covid-19 no Estado, o governador informou que as pessoas estão chegando nos hospitais já em estágios mais avançados da doença, o que pode estar contribuindo para o aumento no índice de mortalidade. Servidores Também foi confirmado o retorno dos servidores estaduais ao trabalho presencial, a partir da próxima segunda-feira, dia 25 de janeiro.

Apenas aqueles que se enquadrarem nos chamados grupos de risco, como os portadores de comorbidades e os que tiverem mais de 60 anos de idade, permanecerão em casa – também serão estabelecidas regras sobre isso, que deverão constar no próximo decreto. Eventos e artistas Outro ponto anunciado pelo governador foi a autorização para a apresentação de até quatro músicos nos palcos de bares e restaurantes. No momento a permissão é para dois profissionais – mas a categoria havia reivindicado o direito de até seis artistas dividindo o palco.

Também foi confirmado que até o Carnaval não haverá alteração na taxa de ocupação de bares e restaurantes, que hoje é de 50%. “Passado o período de Carnaval, para evitar aglomeração, a gente pode reverter. Os eventos também continuam dentro do que já está acontecendo, não há possibilidade de aumentar este percentual até o Carnaval”, concluiu.

|Por Max Augusto
|| Foto: Jorge Henrique / ASN