02/05/2018 as 16:48

Belivaldo se reúne com Almeida e Darcy para tratar do andamento das cirurgias eletivas


Belivaldo se reúne com Almeida e Darcy para tratar do andamento das cirurgias eletivasFoto: SES

Mais resolutividade e desobstrução da fila das cirurgias eletivas. Esse foi o principal objetivo da reunião que aconteceu na manhã desta quarta-feira, 2, na sala de reunião da Superintendência do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse) e que contou com a presença do governador do Estado, Belivaldo Chagas, do secretário de Saúde, Almeida Lima, do superintendente da unidade hospitalar, Darcy Tavares e do Diretor Técnico, Wagner Almeida. Na ocasião, o governador também tratou sobre a questão de exames de imagem que estão represados e dificultando a realização das cirurgias.

“As reuniões vão se repetir e eu quero crer que a gente vai conseguir melhorar o atendimento aqui dentro do Huse. Estamos conseguindo desobstruir essa fila a partir do entendimento que temos com o Hospital Cirurgia, que nos fornece as vagas, então temos que automaticamente transferir os pacientes. Internamente, o superintendente do hospital tem conversado com a equipe do Huse e as cirurgias estão acontecendo, mas, não na velocidade que gostaríamos que ela viesse a acontecer, por isso, tratamos aqui na reunião de exames de imagem que estão represados e precisam acontecer de forma imediata para que a gente defina o tipo de cirurgia e, a partir daí a gente fazer a fila andar mais rapidamente, porque não depende apenas de ter o médico, mas também de exames pré-operatórios que estão represados. Quando a gente cuida do todo, automaticamente a gente consegue ver o que está acontecendo e faz a fila andar”, explicou o governador.

Desde o último dia 26 até o feriado de 1º de maio, foram transferidos do Huse para o Hospital Cirurgia 22 pacientes, sendo que desses, 4 eram da Neurocirurgia e os outros 18 eram da Ortopedia. De acordo com o superintendente Darcy Tavares, o governador está empenhado em resolver o problema das cirurgias eletivas. “Ele demonstra na prática que está na linha de frente dessa situação. Isso envolve toda a rede hospitalar, principalmente o Huse e o Hospital Cirurgia. Na reunião, ficaram definidos os últimos acertos de repasses de recursos para o Hospital Cirurgia. Vamos acelerar o processo visando um só objetivo que é o de acabar com a superlotação do Huse”, disse.

O secretário de Saúde, Almeida Lima, destacou a reunião como produtiva. “Uma reunião produtiva em que o governador, buscando a resolutividade dos problemas da Saúde, sobretudo do Huse, vindo aqui de perto, conversando com a direção, com o secretário, buscando estabelecer um padrão de atendimento respeitável para a população. É uma parte que está a cargo da superintendência, a secretaria para dar o suporte e o apoio para que isso possa acontecer o mais rápido possível, mas, se trata de uma previsão, de um planejamento da própria direção do hospital”, concluiu o secretário.