05/06/2018 as 09:33

Saúde

SMS promove ações de prevenção no Forró Caju

Durante os dias de evento, a SMS desenvolverá ações de prevenção através da Vigilância Sanitária e do Programa Municipal de IST/Aids.


Para promover uma festa popular como o Forró Caju, a Prefeitura Municipal de Aracaju une esforços junto às demais secretarias para oferecer diversão com segurança para a população.

Sendo assim, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) também participa do festejo junino, oferecendo os serviços de posto médico avançado, para qualquer eventualidade de urgência e emergência dos forrozeiros, como também de prevenção, através das ações de Vigilância Sanitária e do Programa Municipal de IST/Aids.

“É de fundamental importância que a SMS coloque um local para atendimento de urgência e emergência porque é um evento de grande dimensão, onde haverá participantes não só da capital, como do interior e de outros estados que vêm prestigiar, porque é um acontecimento de conhecimento nacional. Então, para isso, vamos ter um posto médico avançado com profissionais médicos, de enfermagem e de apoio operacional para garantir o atendimento a todas as pessoas que por ventura venham necessitar de assistência à saúde”, informou a coordenadora da Rede de Urgência e Emergência (Reue) da Diretoria de Atenção à Saúde (DAS), Genisete Pereira.

A coordenadora acrescentou que a SMS vai trabalhar em parceria com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para atender os casos necessários.“O Samu fará as remoções de pacientes tanto de baixa complexidade como de alta. Para a população, é um grande ganho porque é uma garantia de que vai poder dançar e se divertir com a assistência adequada à sua saúde, caso seja necessário”, completou, afirmando que serão dois médicos por plantão, dois enfermeiros e quatro técnicos de enfermagem, além da equipe de apoio operacional.

Vigilância Sanitária

A Coordenação de Vigilância Sanitária e Ambiental (Covisa) da Diretoria de Vigilância em Saúde também vai participar do Forró Caju com ações de inspeção de alimentos, bebidas e gelos e também da atuação dos vendedores ambulantes.“Eles precisam apresentar o certificado do curso de boas práticas porque o nosso objetivo é verificar as condições sanitárias, ou seja, se os alimentos estão bem acondicionados, se o gelo está sem risco de contaminação, se as pessoas que estão manipulando os alimentos estão usando equipamentos de proteção individual (EPI’s). Enfim, é um cuidado para evitar surto alimentar para que a população esteja isenta de riscos ao consumir qualquer produto alimentício”, esclareceu a coordenadora da Covisa, Graça Barros.

Ao todo, haverá uma equipe de 11 fiscais da Covisa durante as seis noites de festa do Forró Caju. “Nosso trabalho é levar tranquilidade às pessoas que vão se divertir nesta festa popular tão aguardada e que movimenta a cidade”, enfatizou a gerente de Alimentos da Covisa, Laila Garcia Moreno.

IST/Aids

Outra preocupação da SMS é com a prevenção das infecções sexualmente transmissíveis (IST’s), como o HIV, a sífilis e as hepatites. Para evitar a disseminação destas infecções e doenças, o Programa Municipal de IST/Aids da Coordenação de Vigilância Epidemiológica (Covepi) vai promover ações de prevenção com o público. “Vamos distribuir insumos como gel lubrificante e preservativos masculinos e femininos, além de orientar as pessoas sobre a importância de utilizá-los nas relações sexuais para evitar a contaminação”, frisou a responsável técnica pelo Programa da SMS, Débora Oliveira.

O Forró Caju acontece durante seis dias (22, 23, 24, 28, 29 e 30 de junho) na Praça de Eventos Hilton Lopes, localizada entre os mercados centrais de Aracaju.