05/06/2018 as 13:35

Saúde

Prefeitura entra na Justiça contra a greve dos médicos

Médicos continuam afirmando que nem o prefeito e nem a secretária negociam com a categoria.


A Secretária Municipal de Saúde (SMS) confirmou, nesta terça-feira (5), que ingressou com o pedido judicial para garantir a continuidade nos atendimentos médicos em Aracaju. Em nota, a Prefeitura de Aracaju, por meio da SMS, afirmou que reforça que tal processo não interfere no diálogo com a categoria.

A PMA relembrou que, ao contrário do que afirmam os médicos que decretaram greve ontem (4), tem se mantido aberta ao diálogo com a categoria. “Prova disso foram os dois encontros promovidos pela gestão com o corpo diretivo do Sindimed no último mês de maio, onde foram dadas todas as informações a respeito da situação financeira do município e da possibilidade de reajustes após a análise financeira do último quadrimestre, que deve ocorrer ainda esta semana”, frisou em nota.

Entretanto, também por meio de nota, o Sindicato dos Médicos de Sergipe (Sindimed) continua afirmando que a Prefeitura não negocia. A categoria ressaltou que, sequer, tem reunião marcada de negociação e salientou os pontos que levaram a categoria a iniciar a greve como a defasagem de dois anos no reajuste salarial, a falta de tabela única para os médicos do município e a contratação sem ser por meio de concurso público. O sindicato afirmou ainda que o Judiciário deveria resguardar a lei.