04/07/2018 as 09:56

Hospital Cirurgia

Procedimentos cirúrgicos continuam suspensos

Unidade hospitalar está com o setor de cardiologia parado.


Procedimentos cirúrgicos continuam suspensosFoto: Jadilson Simões/Equipe JC

O Hospital de Cirurgia suspendeu todas as cirurgias do seu setor de cardiologia, incluindo as de emergência. Desde o dia 20 de junho, as operações eletivas para pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) foram remarcadas para outras datas. A medida, segundo o hospital, ocorreu por causa de adequações estruturais e funcionais solicitadas pela própria coordenação do setor. Esta não é a primeira que a unidade suspende os serviços este ano: em maio o mesmo ocorreu por falta de dinheiro.

Segundo a direção do Hospital Cirurgia, em relação “à Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) Cardio o hospital foi acometido por problemas na sua estrutura e desde o dia 19 a direção está tomando todas as providências necessárias e cabíveis à readequação e ao conserto da sua parte estrutural, como também à manutenção dos seus gases e da sua usina de oxigênio, para que a UTI seja restabelecida o mais rápido possível. E, tão logo seja concluído o restabelecimento da UTI, também se dará o retorno das cirurgias cardíacas, uma vez que um setor é ligado e dependente do outro”, informou.

Questionado sobre como ficam os pacientes neste período sem cirurgias, o hospital respondeu que no momento não há pacientes no setor da Cardio, os que estavam foram tendo alta. E os que estão na fila para fazer cirurgia estão aguardando concluir a obra para o hospital voltar a admitir. “Os demais tipos de cirurgia estão ocorrendo, inclusive cateterismo e angioplastias”, disse a assessoria, acrescentando que não tem controle sobre a fila de espera dos pacientes para procedimento cirúrgico do coração”.

Grecy Andrade/Equipe JC