07/08/2018 as 08:22

Saúde

Pólio e sarampo: 1º dia de vacinação lota posto de saúde

Meta é imunizar mais de 133 mil crianças de um a quatro anos em SE.


Pólio e sarampo: 1º dia de vacinação lota posto de saúdeFoto: André Moreira/Equipe JC

Governo do Estado de Sergipe e Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA) iniciaram nesta segunda-feira, 6, a Campanha de Vacinação contra o sarampo e poliomielite. Em todas as 44 Unidades de Saúde da Família as vacinas estarão disponíveis das 7h às 17h. A procura já começou a se intensificar na manhã de ontem no posto de saúde Dona Sinhazinha, localizado no Bairro Grageru, com os corredores lotados de pais com suas crianças.


Segundo a coordenadora da Imunização de Aracaju, Tânia Nunes, todas as crianças a partir de um ano até idade inferior a cinco devem ser vacinadas. É importante os pais estarem com a caderneta de vacinas da criança para poder realizar o procedimento.


“A pólio, por exemplo, vem discriminada. Mesmo quem tomou mês passado, vai tomar novamente, mas a vacina tríplice (sarampo, caxumba e rubéola) não, ela tem um intervalo mínimo de 30 dias entre a última dose. Então, é necessário que a mãe leve a caderneta, sem ela não tem condição de vacinar”, alerta a coordenadora.


De acordo com a população da faixa etária para essa vacinação, são mais de 34 mil doses de vacinas disponíveis e a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) mantém expectativa preconizada de atingir 95% da cobertura. Segundo Tânia, as vacinas são a única forma de prevenir essas doenças. “É importante a vacinação antes que elas cheguem ao Estado, porque já chegou ao Brasil: na região norte tivemos casos positivos em Roraima e Manaus, mas no Nordeste ainda não tivemos e a maneira de conseguir não chegar a doença é prevenindo as crianças”, explica a coordenadora.


O meio de contaminação dessas doenças virais acontece por via nasal e oral, segundo Tânia. Tosses, espirros e saliva podem transmitir poliomielite e sarampo. “Por isso é importante fazer a vacinação nacional, onde haja um bloqueio para poder prevenir de maneira geral e simultânea”, disse.


Para a poliomielite, as crianças que não tomaram nenhuma dose durante a vida receberão a Vacina Inativada Poliomielite (VIP). Já os menores de cinco anos que já tiverem tomado uma ou mais doses receberão a Vacina Oral Poliomielite (VOP), a gotinha. Em relação ao sarampo, todas as crianças receberão uma dose da Tríplice Viral, independentemente da situação vacinal, desde que não tenham sido imunizadas nos últimos 30 dias.


Será realizado no dia 18 deste mês o Dia D de Mobilização Nacional para a imunização contra as doenças. Nesta data, todas as unidades estarão abertas. Com isso, a meta é vacinar, até o final do mês, pelo menos 95% das crianças para diminuir a possibilidade de retorno da pólio e reemergência do sarampo – doenças que já tinham sido eliminadas no Brasil.


A meta do Governo de Sergipe, segundo a gerente do Núcleo de Imunização da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Sândala Teles, é vacinar 133.395 crianças de um a quatro anos. 

Laís de Melo/Equipe JC