30/08/2018 as 16:14

Saúde

SES alerta sobre baixa cobertura vacinal em alguns municípios do estado

Ministério da Saúde orienta que esses municípios realizem um segundo dia D, este sábado, para alcançar a meta.


SES alerta sobre baixa cobertura vacinal em alguns municípios do estadoFoto: Flávia Pacheco

Dos 75 municípios, 36 já atingiram a meta, 22 estão acima de 90%, 12 estão na faixa de 80% e cinco estão bem abaixo da meta, com menos de 80% de cobertura vacinal. Dentre os cinco municípios abaixo da meta, a maior preocupação está em Nossa Senhora do Socorro com 74% de cobertura, Aracaju com 71% e Tomar do Geru com 51%. Esses são dados parciais disponíveis no site do Departamento de Informática do SUS (Datasus) do Ministério da Saúde (MS), até a manhã desta quinta-feira, 30.

Com isso, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que, a cobertura vacinal em Sergipe para o sarampo e a poliomielite alcançou, até esta quinta- feira, 85%, o que equivale a 114.749 crianças imunizadas. A meta é vacinar, no mínimo, 127 mil crianças, atingindo 95% da população infantil. A campanha teve início no dia 6 de agosto e encerra no próximo dia 31 deste mês.

Ao avaliar os resultados por Unidade Federativa (UF) e considerando a situação epidemiológica do sarampo e o processo de erradicação da poliomielite, a Secretaria do Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Saúde (CONASS) identificou a necessidade da realização de um segundo dia “D” de mobilização para as Unidades Federativas e municípios que não alcancem a meta mínima de 95% de cobertura vacinal até o próximo dia 31 de agosto. O evento deverá ser realizado, conforme ofício expedido em 28 de agosto, em 1º de setembro.

De acordo com a Gerente de Imunização da SES, Sândala Teles, contatos com os municípios são feitos diariamente. “Estamos usando todos os recursos possíveis para mobilizar a população e os municípios a fim de garantir que as crianças com idade de um a menor de cinco anos sejam imunizadas”, diz Sândala e acrescenta “é importante que os municípios que ainda não alcançaram a meta realizem uma busca ativa de crianças em escolas, creches e nas residências além de priorizar o registro dos dados da Campanha de Vacinação regularmente no site de monitoramento do Datasus”, conclui.











Quer receber as melhores notícias no seu Whatsapp?

Cadastre seu número agora mesmo!

Houve um erro ao enviar. Tente novamente mais tarde.
Seu número foi cadastrado com sucesso! Em breve você receberá nossas notícias.