25/01/2019 as 09:03

saúde de idosos

Hidratação correta evita complicações

O médico explica que as consequências da falta de hidratação são enormes e pode levar inclusive o idoso à morte


Hidratação correta evita complicaçõesFoto: Jadilson Simões/Equipe JC

Neste calor, é muito comum as pessoas se protegerem de diversas formas: camisas de manga longa, chapéus e se hidratando, bebendo muita água. Mas existe um público que merece mais atenção sobre os cuidados durante essa onda intensa de calor: os idosos. Conforme envelhecemos, a percepção da sensação de sede vai diminuindo, o que torna a desidratação frequente nessa faixa etária.


O alerta para os cuidados com a hidratação do idoso é feito pelo médico geriatra e gerontológo Cláudio Neves. “A hidratação adequada é uma das preocupações na terceira idade, uma vez que a desidratação é uma das principais causas de internação dos idosos, especialmente em épocas de grande calor. Entre as alterações no organismo devido ao envelhecimento estão a diminuição da percepção do calor, a queda na capacidade de eliminar o calor do corpo e a redução da sensação de sede”, explica.


O médico explica que as consequências da falta de hidratação são enormes e pode levar inclusive o idoso à morte. “Neste período, é muito frequente comprometimento da memória, cãibras, AVC, colapsos, hipotensão, constipação etc. são vários os agravos em razão da falta de água”, frisa.


Cláudio Neves pontuou ainda que os familiares não podem esperar que os idosos tenham vontade de tomar água. É preciso estimulá-los para que se hidratem com constância, criando uma rotina. “Para ofertar água usamos algumas estratégias, como uso de sucos, vitaminas e gelatinas, faço uma observação para o cuidado com os idosos diabéticos, pois algumas frutas têm muito açúcar”, esclareceu.