15/03/2019 as 20:03

REVISTA DIREITOS HUMANOS

Em iniciativa inédita CRP19 lança revista científica

Projeto foi concebido em 2017 e terá edições online, com acesso gratuito, publicadas semestralmente


O conselho editorial da “Revista Direitos Humanos e Interdisciplinaridade”, uma iniciativa inédita no Conselho Regional de Psicologia - CRP19, elaborado pela gestão 2016-2019, esteve reunido para discutir o projeto que deverá ser lançada em julho deste ano.

De cunho científico, o projeto foi concebido em 2017 e terá edições online, com acesso gratuito, publicadas semestralmente. Com uma linha editorial definida, “a revista tem como propósito fomentar algumas discussões sobre o que é pertinente ao papel do CRP e orientar, que é uma das nossas funções precípuas, psicólogas e psicólogos, assim como profissionais de outras áreas e que tem relação, ou entendem, a Psicologia como algo importante dentro das suas atuações”, explicou Frederico Alves, Conselheiro Presidente do CRP19.

De acordo com Baruc Correia, Conselheiro Vice-presidente do CRP19 e presidente da Comissão de Direitos Humanos, “a revista se destina a divulgar a produção acadêmica e científica de pesquisadores e grupos de pesquisa nacionais e internacionais da área de Direitos Humanos, Psicologia, Educação, Serviço Social e áreas afins, contribuindo para o intercâmbio e promovendo a geração de novos conhecimentos”, disse.

“A proposta de uma revista que possa dar visibilidade ao fazer da Psicologia Sergipana é interessante para ampliar o diálogo das nossas ações nos diversos campos de atuação da nossa ciência”, completou Lidiane dos Anjos, Conselheira.

Projetada para ser um referencial no campo da pesquisa, “a revista trará, na primeira edição, trabalhos de pesquisadores e pesquisadoras convidados(as) e o tema será violência. Nesse contexto serão expostos diferentes cenários, a exemplo da violência na infância, bullying, violência no trabalho, machismo, entre outros”, adiantou a psicóloga Milena Aragão, Mestre em Educação (UCS/RS) e Doutora em Educação (UFS), membro da comissão editorial.

Para a Marcela Teti, coordenadora no Núcleo Sergipe da Associação Brasileira de Psicologia Social (Abrapso), o projeto da revista surge em um momento econômico e político bastante delicado do país. “Urge que entidades pautem os Direitos Humanos e convoquem a comunidade de psicólogas (os), acadêmicas(os) ou não, para a defesa dos direitos das minorias sociais, orientadas(os) a um compromisso ético com a sociedade e a prática profissional”, falou.

O Conselho editorial da Revista Direitos Humanos e Interdisciplinaridade terá 17 membros, de acordo com o regimento, e já conta com nomes como Frederico Alves, Conselheiro Presidente do CRP19, Baruc Correia Fontes, Conselheiro Vice-Presidente e Mestre em Psicologia Social, Conselheira Lidiane dos Anjos, Doutora em Psicologia (PUC-SP) e professora, psicóloga Milena Aragão, Mestre em Educação (UCS/RS) e Doutora em Educação (UFS) e Marcela Teti, pesquisadora e Doutora em Psicologia Social (UFRJ) e coordenadora no Núcleo Sergipe da Associação Brasileira de Psicologia Social – Abrapso.