29/05/2019 as 09:23

Aracaju

Prefeitura intensifica ações de conscientização para combater o Aedes aegypti

O intuito é que a própria população esteja ciente e atuante na prevenção da proliferação do mosquito Aedes aegypti.


Prefeitura intensifica ações de conscientização para combater o Aedes aegypti

A partir dos dados do Levantamento Rápido de Índices do Aedes aegypti (LIRAa), foi constatado que em alguns bairros de Aracaju houve um aumento do risco de infestação de dengue. Porém, apenas o Bairro Industrial e o bairro Santo Antônio apresentaram alto risco. Por isso, a Prefeitura de Aracaju, através da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), vem organizando uma série de atividades que consistem em visitas aos bairros, com equipes orientando, auxiliando e dando dicas sobre os cuidados com o lixo, além de atividades para recolher entulhos e materiais não usados pelas pessoas. O intuito é que a própria população esteja ciente e atuante na prevenção da proliferação do mosquito Aedes aegypti.

Panfletagem, conversa direta com moradores, orientação e informação sobre a coleta de lixo. É dessa maneira que é organizado o trabalho dos agentes ambientais da Emsurb, sempre com o foco de conscientizar os moradores dos bairros a cooperarem com o combate à criação de ambiente propício para proliferação de insetos, roedores e mosquitos. De acordo com a educadora ambiental e supervisora da equipe, Taluana Santana, é essencial que as pessoas fiquem atentas para não colocar o lixo na porta casa antes do dia da coleta, já que essa prática contribui para o aparecimento de mosquitos.

"A orientação da ação pode mudar de acordo com o bairro. No Bairro Industrial, o foco é o descarte irregular, além do cuidado com o lixo e a limpeza do quintal, que é um lugar comum onde as pessoas acumulam materiais. Mas, principalmente, orientamos as pessoas a colocarem o lixo para o descarte apenas no dia da coleta e horas antes do caminhão do lixo passar. É importante que as pessoas entendam a necessidade de não deixar o lixo na rua por dias", pondera. A servidora ressalta que a visita é feita de forma completa e todas as ruas dos bairros em que há a visita da Emsurb são contempladas com o trabalho dos agentes. "Nós temos duas equipes, cada uma com dez agentes ambientais, uma trabalha pela manhã e outra à tarde, nós dividimos assim para conseguir atender todas as ruas do bairro", conclui.

A ação de educação ambiental da Emsurb não é uma prática isolada em relação ao combate do aumento do número de casos de dengue nos bairros. Estão sendo realizados mutirões de limpeza, além do trabalho de limpeza, o Cata Treco, que recolhe objetos e materiais que não estão sendo mais usados pela população, ocupando espaço e acumulando sujeira, que podem ser descartados na rua formando entulhos.