12/08/2019 as 09:24

SAÚDE E BEM-ESTAR

Como os hormônios influenciam na nossa pele

Especialista explica alguns aspectos da função hormonal no maior órgão do corpo


Mensageiros químicos que controlam várias funções do nosso corpo, como crescimento, reprodução e metabolismo, os hormônios também exercem uma grande influência na pele, e qualquer desequilíbrio hormonal pode ter um efeito dramático sobre a aparência dela. Especialista em estética, beleza e bem-estar, a médica Andrezza Nascimento ressaltou alguns aspectos da função hormonal em relação à pele, listando os principais deles.

Estrogênio e DHEA
Hormônio feminino produzido pelos ovários, o estrogênio dá forma ao corpo da mulher, quando ocorre um grande acúmulo de água na gordura, formam-se as temidas celulites. Em nossa pele, o estrogênio produz as fibras elásticas, o que confere maior firmeza. Já o DHEA é o hormônio produzido pela glândula suprarrenal, localizada acima dos rins. Com o passar dos anos a sua produção vai reduzindo e, ao redor dos 65 anos de idade, a produção cai em torno de 10 a 20% do ideal para o organismo. Essa diminuição do DHEA leva ao envelhecimento.

Hormônios tireoideanos
Estes aumentam a produção de colágeno, já que ajudam na síntese de proteínas, ajudando assim a manter a pele com uma textura mais bonita e mais hidratada.
Desequilíbrio hormonal

A Síndrome dos Ovários Policísticos é definida por um aumento de tamanho dos ovários, que criam várias bolsas cheias de líquido (cistos). É comum a mulher apresentar elevados níveis de hormônios masculinos, ao ponto de, em certos casos, apresentar características masculinas, como excesso de pelos. Tal síndrome também aumenta a oleosidade da pele, predispõe ao aparecimento de manchas, principalmente nas axilas e atrás do pescoço, e de espinhas e cravos. Outros sintomas incluem queda de cabelos e crescimento anormal de pelos nas regiões do baixo ventre, seios, queixo e buço.

A resistência à insulina que ocorre no Diabetes Melitus, por exemplo, pode ocasionar aparecimentos de manchas escurecidas nas dobras do pescoço, no antebraço, axilas e cotovelos.
Já o ressecamento da pele é um dos sinais do hipotireoidismo, que é a queda na produção dos hormônios produzidos pela tireoide. O problema também pode causar inchaço, principalmente na pele da região dos olhos.

Na gravidez
As mudanças nos níveis hormonais durante a gravidez podem ter efeitos sobre a pele, como manchas amarronzadas no rosto (melasma) ou uma linha escura no abdômen inferior, além do escurecimento dos mamilos. Estrias no abdômen, mamas, quadris e nádegas também ocorrem devido ao estiramento da pele devido a estímulo hormonal.
Na menopausa

A menopausa também modifica a pele feminina, tornando-a mais ressecada e mais propensa ao aparecimento de espinhas. No período, também pode haver perda de cabelo e crescimento de pelos em locais indesejados.

O ideal é que todos os hormônios estejam em seus níveis normais para que seu organismo funcione normalmente, por isso a importância de sempre visitar o seu médico.

 

 

 

 

 

 

Dra. Andrezza Nascimento, especialista em estética, beleza e bem-estar