16/07/2018 as 09:21

Thaís Bezerra

Bate-Bola com José Augusto Barreto Filho

José Augusto Soares Barreto Filho é médico cardiologista referência e professor universitário conceituado da UFS.


Bate-Bola com José Augusto Barreto FilhoFoto: Divulgação

Ele é bonito, inteligente, discreto, competente e sensível. Estou falando do nosso convidado de hoje, José Augusto Soares Barreto Filho, 51 anos, aquariano, botafoguense/corintiano, médico cardiologista referência e professor universitário conceituado da UFS. Tem no DNA a ética, o bem e a missão de amenizar a dor do próximo. É pai amoroso e companheiro de Pedro, 25 anos, Julia, 22, e Arthur, 12. Guto, como é carinhosamente chamado, ama estudar, ler, ouvir música, atualizar conhecimentos e nas horas vagas curtir a natureza. Seu hobby é surfar com o filho caçula e um sobrinho. Guto é filho do saudoso Dr. José Augusto Barreto - sua inspiração na profissão que escolheu - e D. Ceiça - que lhe deu régua e compasso como mulher de fibra e humanista que é, fundadores do Hospital São Lucas, junto com os tios Dr. Dietrich Todt e D. Nicinha. Para orgulho dos familiares e amigos, Dr. José Augusto Barreto Filho vai ser empossado na Cadeira 17 da Academia Sergipana de Medicina e terá como patrono Dr. José Augusto Peres Garcia Moreno, em sessão solene nesta segunda-feira, 16, às 20h, no auditório da Sociedade Médica de Sergipe. Vamos conhecer um pouco da sua personalidade. 

 

Nome: José Augusto Soares Barreto Filho


Apelido: Guto


Onde nasceu? Aracaju


No zodíaco é... Aquário


Religião? Católica


O melhor de você? Seria melhor ouvir dos que convivem comigo


E o pior? Ser analítico e crítico além da conta


Na pele de quem gostaria de passar um dia? Todos temos nossas amarras e condicionamentos adquiridos ao longo da vida. Adoraria passar um dia na plena liberdade do meu eu


Bem mais precioso? Indubitavelmente, a família de sangue e de alma


Um sonho realizado? Meus filhos Pedro, Julia e Arthur


Inspiração na vida... Meu pai e minha mãe


Inspiração na profissão: Meu pai


O que te faz feliz num dia de sol? Presenciar o nascer do sol na “água salgada do mar que é doce”


E na chuva? Cheiro de capim da fazenda em cima de um cavalo


Qual o segredo para a saúde do coração? Se amar. Quem se ama, se cuida e segue os conselhos dos técnicos


O melhor show da vida? U2 em 2011, New York, com o irmão Paulo e sua família


E qual não veria de novo? WS (não consigo sentir esse tipo de música na pele)


Se a sua vida fosse uma novela? Estúpido Cupido?! Parecia ser tempos muito bons, aqueles. Ainda vale?


Ator que admira? Jeremy Irons


Atriz que é fã? Meryl Streep


Cinema ou Netflix? Ainda voto em uma boa saída para ver um bom filme


A rede social que mais respeita? Facebook


O que o anima... Reunião em casa de amigos, bom papo e música de primeira qualidade


O que o desanima... Não tolero papo tipo ostentação; me deprime


É fácil dizer não? Com a chegada dos cabelos brancos tem ficado cada vez mais fácil


Um hobby? Atualmente, surfar com meu caçula Arthur e o sobrinho Guga


Uma preguiça? Uma rede e um bom lugar para ler um livro ou ouvir boa música


Livro de cabeceira? Hoje... “Exercícios da Alma” de Nilton Bonder


Por do sol ou nascer da lua? Ainda sou mais a renovação que traz o nascer de um novo dia


Rio ou mar? O mar e seus mistérios


O que mais gosta de comprar: Livros técnicos ou não me tentam


O que admira no outro? Inteligência, transparência e leveza

 

Muitos ou poucos amigos? Poucos e muito bons


Mais vale um ‘like’ ou um ‘follow’? Acho que o follow fideliza mais. Mas sempre tem o follow tipo “voyeur”


Na vida, daria um ‘unfollow’ em? Na maioria absoluta dos nossos políticos, infelizmente


Vinho ou champs? Atualmente, prefiro cerveja tipo artesanal


Um sabor de infância? Todos os sabores da Chacrinha do Vovô, em Amélia Rodrigues, Bahia


Na cozinha, minha especialidade é... De ser um eclético degustador e só!


Doce ou salgado? Salgado


Uma comida de mãe? São vários os pratos da Dona Ceiça. Elegeria o cozido como dos meus preferidos


Verdade: “E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”


Mentira: “A pior mentira é aquela que contamos a nós mesmos”


Maior medo? Desviar-me dos caminhos do meu coração


Seu sonho mais louco... Esse nem meu analista sabe!


Pesadelo? Perder motivação e fé na vida


Momento marcante na carreira? Concurso, em 1997, para professor da UFS, sonho que alimentava desde minha graduação


Uma canção para chamar de sua? If it be your will (Leonard Cohen)


Pratica esporte? Sim, surf e natação. Mas preciso ser mais assíduo


Viagem dos sonhos? Adoraria conhecer algumas praias paradisíacas


Sozinho ou acompanhado? Bem acompanhado


Conversa ou silêncio? Alimento-me das duas formas de comunicação, com o outro e comigo


Festa boa precisa ter... um grande DJ para tocar as trilhas da minha vida (tipo Cafu)


Uma ligação ou mensagem via WhatsApp? O texto não substitui ouvir a voz


O que deseja para a humanidade? Solidariedade e tolerância na diversidade


Qual a sua ocupação favorita? Ser médico e professor universitário. Dois presentes que recebi como missão


Maior desafio? Reinventar-se sempre “em um mundo cada vez mais veloz”


Uma palavra? Fé


Um dia perfeito... Isso me lembra uma música de Lou Reed


Amar é... Uma graça e é também uma tomada de decisão, sendo os dois na mesma medida


Maior extravagância? Estou na busca para descobrir qual será a minha “grande loucura” nessa vida


Se o mundo fosse acabar... Penso que continuaria meu Bom Combate


Um recanto de Sergipe para descansar? Mosqueiro, casa de grandes amigos


O que gostaria de fazer que ainda não fez? Mochilão por algumas regiões rurais do planeta


Uma palavra que lhe define? Coração


Não se arrisca a... Cantar, apesar de adorar música


Sonho de consumo? Viajar mais para lazer


Um desejo de aprender? Tenho pensado em aprender a tocar guitarra


Quem gostaria de ter sido em outra vida? Penso mais em ser mais evoluído na outra vida do que quem gostaria de ter sido


Meu pecado é... Deixar que minha ansiedade me atrapalhe de sentir a paz que deve ser... “deixe a vida me levar, vida leva eu!”


O que o dinheiro não compra? Tudo o que nossa alma mais deseja passa longe do vil metal


Uma frase tipo ‘para-choque de caminhão’? Preguiça é o hábito de descansar antes de estar cansado


Um refrão que leva pra vida? “Certeza, de que não somos pássaros e que voamos. Tristeza, de que não vamos por medo dos caminhos”.