30/07/2018 as 09:28

Thaís Bezerra

Bate-Bola com Lucileide Rodrigues

Nosso Bate-Bola de hoje é com a competente engenheira de Segurança Alimentar Lucileide Rodrigues.


Bate-Bola com Lucileide RodriguesFoto: Divulgação

Nosso Bate-Bola de hoje é com a competente engenheira de Segurança Alimentar Lucileide Rodrigues. A charmosa “Leidinha”, como é carinhosamente chamada, é formada pela Universidade Federal de Sergipe, e responde pela diretoria do Departamento Alimentar e Nutricional da Seidh. Mulher de fibra, ela é determinada e valente. Com foco nos objetivos, tem conquistado espaço com dedicação e profissionalismo. Filha do saudoso Egnaldo do Bandolim com a dona Vaudenice, ela sabe o que quer. Adora cultivar as boas amizades e encanta com sua presença alegre e bem-humorada. Além das atividades que exerce na área de segurança alimentar, na Secretaria de Inclusão do Governo de Sergipe, Lucileide administra, junto com a família, o restaurante Recanto do Chorinho, no Parque da Cidade. Leal, de fé na vida e boa gente, vamos conhecer um pouco mais deste ser humano, que sabe plantar o bem e faz a diferença por onde passa. Vamos saber suas preferências.

 

Nome: Lucileide Rodrigues


Apelido: Leidinha


Onde nasceu: Aracaju


Status de relacionamento: Solteira


No zodíaco é... Touro


Religião: Católica


O melhor de você: Fiel


E o pior: Ansiedade


Na pele de quem, gostaria de passar um dia: princesa Diana


Bem mais precioso: Minha família


Um sonho realizado: Fazer um cruzeiro


Inspiração... Meu pai


O que te faz feliz num dia de sol: Encontrar com meus amigos


E na chuva: Ler, cozinhar para amigos e dormir


O melhor show da vida: Conseguir ajudar pessoas necessitadas


E qual não veria de novo: Sofrimento, gente que não tem o que comer


Se a sua vida fosse uma novela: Teria grande audiência


Ator que admira: Patrick Dempsey


Atriz que é fã: Fernanda Montenegro


Cinema ou Netflix: Cinema


A rede social que mais respeita: Instagram


Snap ou Stories: Stories


O que a anima... Meus amigos


O que a desanima... Falsidade


É fácil dizer não: Sim


Um hobby: Assistir vídeos no youtube


Uma preguiça: Pessoas que colocam obstáculos em tudo


Livro de cabeceira: Espíritas, de Zíbia Gasparetto, e O Segredo


Por do sol ou nascer da lua: Nascer da lua


Rio ou mar: Mar


O que mais gosta de comprar: Sapatos


O que admira no outro: Sinceridade


Muitos ou poucos amigos: Poucos


Mais vale um ‘like’ ou um ‘follow’: Follow


Na vida daria um ‘unfollow’ em: Gente de energia ruim


Vinho ou champs: Champs


Um sabor de infância: Café de minha avó paterna


Na cozinha, minha especialidade é... Comer


Doce ou salgado: Salgado


Uma comida de mãe: Escondidinho de frango com queijo


Verdade: Foco, fé e força!


Mentira: Perda de tempo


Maior medo: Perder minha mãe


Seu sonho mais louco: Não tenho


Pesadelo: Morte do meu pai


Momento marcante na carreira: Assumir uma diretoria


Uma canção para chamar de sua: Saigon


Pratica esporte: Não


Viagem dos sonhos: Japão


Sozinho ou acompanhado: Acompanhada


Conversa ou silêncio: Silêncio


Festa boa precisa ter... Amigos


Uma ligação ou mensagem via WhatsApp: Os dois


O que deseja para humanidade: Que as pessoas se coloquem umas nos lugares das outras


Qual a sua ocupação favorita: Fazer projetos


Maior desafio: Vencer a ansiedade


Uma palavra: Alegria


Um dia perfeito: Meu último aniversário


Amar é: Estar bem comigo mesma


Maior extravagância: Consumismo


Se o mundo fosse acabar: Correria para perto da minha mãe


Um recanto de Sergipe para descansar: Minha casa


O que gostaria de fazer que ainda não fez: Mergulhar


Uma palavra que lhe define: Determinação


Não se arrisca a: Saltar de paraquedas


Sonho de consumo: Uma casa em Búzios


Um desejo de aprender: Ser menos ansiosa


Quem gostaria de ter sido em outra vida: Mãe


Meu pecado é: A gula!


O que o dinheiro não compra: Amigos


Uma frase tipo ‘para-choque de caminhão’: “O bom não é ser importante: o importante é ser bom”


Um refrão que leva pra vida: Viver e não ter a vergonha de ser feliz!