seta anterior
08/06/2017 às 16h19 - Entrevista

Valmor Barbosa fala as intervenções da Seinfra

Segundo ele, é fruto de um excelente planejamento estratégico desenvolvido pelo governador Jackson Barreto e sua equipe.

Fonte:Thaís Bezerra

Engenheiro Civil, formado pela UFS, Valmor Barbosa é sinônimo de referência no gerenciamento de obras estruturantes no Estado. Gestor abnegado, que conhece os detalhes de cada uma das intervenções de sua pasta, o secretário estadual da Infraestrutura (Seinfra) se mostra otimista com as ações desenvolvidas pelo Governo de Sergipe nas mais diversas áreas. Apesar de o país estar vivendo uma crise que, invariavelmente, limita o aporte de recursos destinados às obras em todo o Brasil, ele fala com orgulho das intervenções da Seinfra nos últimos 30 meses, que já somam mais de R$ 1 bilhão em investimentos. Segundo ele, é fruto de um excelente planejamento estratégico desenvolvido pelo governador Jackson Barreto e sua equipe.

 

Thais Bezerra -  A oposição insiste em dizer que o Estado está parado. O que o Governo de Sergipe tem realizado para provar o contrário?

Valmor Barbosa - Sob a responsabilidade da Seinfra, nós estamos atuando em várias áreas: rodoviária, turística, esportiva e habitacional. Quando somamos as obras dos programas Proinveste, Sergipe Cidades, Sergipe Infraestrutura, Pró-transporte, e as demais conveniadas com o Governo Federal, o valor ultrapassa R$ 1 bilhão. O governo demonstrou que, mesmo em meio à crise, se planejou para continuar investindo. São exemplos as rodovias Itabaiana-Itaporanga, Pirambu-Pacatuba, Japoatã-Propriá, Santa Luzia do Itanhy-Povoado Crasto, o Anel Viário de Itabaianinha, a Rodovia do Arroz, em Propriá, a Rodovia Carira-Altos Verdes, a Bica de Lagarto, a nova entrada de Tobias Barreto, o Contorno Leste de Laranjeiras, a reforma do Batistão, as cadeias públicas de Areia Branca e Estância, e o mercado de Lagarto. Em breve, será dada a ordem de serviço para a construção do Ceasa de Itabaiana.

 

TB - Que outras ações na área de infraestrutura estão sendo executadas no interior?

VB -  Nos oito territórios, o governo tem executado reformas e construção de escolas, quadras esportivas, praças, creches, delegacias, terminais rodoviários, orlas, pavimentação granítica e mais de 350 km de pavimentação asfáltica nas sedes municipais. Na área de saneamento, vimos executando, simultaneamente, obras de esgotamento sanitário e estações de tratamento em Lagarto, Nossa Senhora das Dores e Itabaiana. Até 2018, 95% dos domicílios de Aracaju terão cobertura de esgotamento sanitário. Estamos ampliando o sistema integrado de adutoras e abastecimento de água no Alto Sertão e no Sul do Estado. Na área habitacional foram entregues mais de quatro mil casas em Aracaju, Capela, Estância, Moita Bonita, Nossa Senhora do Socorro e Tobias Barreto, além da conclusão de 155 casas na antiga Ilha do Rato, na Barra dos Coqueiros.

 

TB - E na capital, o que está sendo feito?

VB - São mais de R$ 400 milhões em obras, a exemplo do Terminal Pesqueiro, do Centro de Convenções, do binário das avenidas Tancredo Campos e Euclides Figueiredo, que terá um belíssimo calçadão com diversos equipamentos de lazer e que será um novo cartão-postal, do centro especializado em reabilitação, que atenderá aos cidadãos com todo o tipo de deficiência e que tornou o estado uma referência no país. Temos ainda o hospital do câncer, a urbanização da 2ª etapa da orlinha do Bairro Industrial, o corte do Morro da Piçarreira, que possibilitou a execução de obras da cabeceira da pista do aeroporto, e o aterro de obras no Centro Administrativo.

 

TB - Hoje, a mobilidade urbana é um fator bastante preocupante, o que está sendo feito nessa questão em Aracaju?

VB - Nós estamos preparando a capital para os próximos anos. Construímos a nova entrada que liga as duas rodovias federais às avenidas Santa Gleide e São Paulo, 11 km de vias internas no Centro Administrativo, o novo Contorno Viário do Aeroporto e a pavimentação asfáltica de diversas ruas no Loteamento Santa Tereza. Está em andamento a interligação das avenidas Rio de Janeiro e Gasoduto até o loteamento Marivan e a duplicação da avenida Euclides Figueiredo até a João Ribeiro, no Centro.

 

TB - Os prefeitos dispõem de poucos recursos para obras, o que o governo tem feito a esse respeito?

VB - O governo e sua equipe elaboraram um planejamento estratégico e, por conta disso, já foram reformadas e ampliadas em torno de 50 escolas, construídas 12 escolas profissionalizantes, cerca de 30 quadras e ginásios poliesportivos, além de estar sendo construído um moderno ginásio poliesportivo em Itabaiana e um Complexo Poliesportivo em Pedrinhas. Também foi lançado o edital para a reforma do Colégio Atheneu Sergipense.

Comentários

comments powered by Disqus

Agenda da Semana

+ Agenda